banner
publicidade
publicidade

10.º Encontro Estadual de Capoeira gradua 81 alunos em Itanhém

10.º Encontro Estadual de Capoeira gradua 81 alunos em Itanhém

Itanhém – Aconteceu na cidade de Itanhém, no sábado e domingo, dias 3 e 4 de dezembro, o 10.º Encontro Estadual de Batizado e Troca de Cordas da Academia de Capoeira Liberdade, depois de dois dias de variada programação que mostrou a diversidade cultural da capoeira e graduou 81 pessoas, entre elas, 60 crianças e outros 10 adolescentes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae, além de 11 adultos que foram graduados com cordas de instrutores estagiários e monitores instrutores.

O evento reuniu capoeiristas ilustres e anônimos de diversas cidades da Bahia, no Ginásio de Esportes de Itanhém, nos 10 anos de existência da Academia de Capoeira Liberdade, que tem como mentor do projeto, Cláudio Alves Ribeiro, “professor Kau”, que dirigiu os trabalhos no 10.º Encontro Estadual de Capoeira, sob a supervisão do mestre Nailton Farias Vieira, o “mestre Alegria”, que comanda o projeto regional da Academia de Capoeira Liberdade, com sede em Alcobaça.

O evento movimentou a cidade de Itanhém durante os dois dias do encontro, onde estiveram centenas de capoeiristas apaixonados pela sua cultura folclórica. O evento contou com a presença do mestre Bira, integrante do Grupo de Capoeira Bem Vindo de Salvador e do mestre Reginaldo Cecílio, “mestre Regi”, das academias Arte Bahia, de Nova Viçosa. Além do mestre Saruê, de Caravelas; contra-mestre Luizinho, de Teixeira de Freitas; e os contra-mestres Dadai e Comprido, de Alcobaça.

Há 10 anos dirigindo a sua academia “Capoeira Liberdade”, em Itanhém, o “professor Kau” ainda comanda vários programas sociais na cidade, dentro do projeto “Me Ensina a Gingar”, entre eles, o programa com os alunos da Apae, alunos da Associação do Banco do Brasil, alunos da rede municipal de ensino, alunos do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), e do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem), além de um programa nas terças e quintas-feiras com meninas e meninos oriundos de famílias humildes, em que leva as crianças carentes a aprender a gingar aliada com a sala de aula, com apoio da Prefeitura de Itanhém, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura e Diretoria de Esportes.

“A capoeira desenha o desenvolvimento educacional da criança e do adolescente e, sobretudo, valoriza todos os povos, especialmente as suas simbologias, a africanidade das pessoas e resgata à genialidade e a dança folclórica do povo regional. E o nosso evento ajudou a resgatar as raízes culturais de Itanhém e valorizou ainda mais a comunidade negra, suas características, a estética da criança e do adolescente, promovendo sua integração e das instituições educacionais”, destacou o professor Kau.

Entre os novos graduados no 10.º Encontro Estadual de Capoeira em Itanhém, receberam cordas de instrutores (corda azul) para professores estagiários, várias pessoas de destaques da comunidade de Itanhém, entre eles: Welton Santos Neres, Fabrícia da Silva Reis, Willian Andrade Costa, Gilcimar Souza Santos, e o cirurgião dentista Alberto Correia Júnior. Já os novos monitores graduados como instrutores (corda azul e laranja), são Milton Afonso Farias, Eráclio Luís da Silva, Nilton César de Jesus Silva e o juiz de direito titular da comarca de Itanhém, Ricardo Costa e Silva.

Para o jornalista e militar Edelvânio Pinheiro, filho ilustre de Itanhém e apaixonado pela miscigenação cultural da sua cidade, a capoeira, atualmente, em Itanhém, é uma realidade pedagógica modelo no Estado, por meio dos projetos desenvolvidos pelo professor Kau, que nos últimos anos ganhou um grande aliado em prol desse desenvolvimento educacional e cultural, que foi a inclusão na sua academia, do juiz de direito Ricardo Costa e Silva, que defende total inserção do ensino educacional dentro da capoeira regional. E, acrescenta, Edelvânio Pinheiro, que o juiz Ricardo Costa e Silva, além do seu princípio natural de julgador, ele se preocupa, sobretudo, com as questões sociais da sua comarca, se inserindo na sociedade itanheense não apenas participando do grupo de capoeira, mas também conhecendo pessoalmente as questões e realidade das comunidades, além do seu decisivo apoio às escolinhas de futebol da cidade, que desenvolvem um importante papel, ajudando a evitar que crianças e adolescentes se enveredem para o mundo das drogas e outros caminhos antissociais.

Para o próprio juiz Ricardo Costa e Silva, a capoeira é um manejo inopinado e célere, porque o capoeirista é uma criatura que não se toca, ou não se pega, um fluido, o imponderável, pensamento, relâmpago que surge e desaparece, porque toda sua força reside nessa destreza elástica que encanta e salva vidas com a arte. O magistrado, que é um capoeirista apaixonado pela sua arte folclórica, lembra que as raízes culturais da capoeira na Bahia é símbolo de orgulho do seu povo, pelo seu valor histórico, pedagógico e, acima de tudo, é a arte que mais forma o caráter da criança e do adolescente atualmente no Brasil e no mundo, valorizando todos os povos, especialmente resgatando a genialidade e a dança folclórica do povo brasileiro. Por Athylla Borborema e foto de Edelvácio Pinheiro

Andressa Bomboniere fatura Torneio de Futebol de Várzea

Medeiros Neto – Tivemos, no último domingo (4), a grande final do Torneio de Futebol de Várzea Taça José da Silva, em homenagem ao saudoso “Dunguinha”.

O jogo começou às 10 horas e logo aos 17 minutos do 1.° tempo o atleta Val da Simonette recebeu um cruzamento pela direita e deu uma forte cabeçada abrindo o placar da partida; apesar da chuva que não parava um minuto foi um jogo movimentado e muito disputado.

O time da Andressa Bomboniere, em desvantagem no placar, partiu para cima, e, aos 43 minutos do 2.° tempo, o goleiro “Barriga” bateu uma falta fazendo o gol do empate, levando a partida para cobrança de pênaltis. O time da Andressa venceu nos pênaltis por 4 a 1, converteram pela Andressa “Barriga”, Ramon, Veslan e Toca. Converteu pela Simonette Osley e perderam Curinga, Val e Careca. A rádio Liberdade FM transmitiu na íntegra a partida com o locutor Evandro Dionor e comentários de Sessé e supervisão de Sandro Muniz.

Dionor entregou o troféu de artilheiro a Zumbi da Andressa Bomboniere; e o Sr. Osvaldo entregou a Neto o troféu goleiro menos vazado; Sandro Muniz entregou a Ricardo o troféu de revelação; Zé Rumbudo fez a entrega do troféu de vice-campeão a Osley e o Dr. Laurentino entregou a Rildo, o troféu de campeão. Após a partida, a comissão organizadora ofereceu um churrasco a todos os jogadores do torneio e convidados presentes.

No Acrem, houve sorteio de vários brindes doados pelo comércio local. A comissão organizadora fez agradecimentos a Polícia Militar pela cobertura e segurança no evento e aos árbitros Dal, Petinha, Gleicinho, Cabeça, Lula, Zai que fizeram um excelente trabalho de arbitragem e sem cobrar nada por isso.

O time do Andressa Bomboniere foi campeão com Barriga, Toca, Ramon, Cabudo, Cau, Rildo, Cláudio, Big’s, Nailton, Girley, Zumbi e Veslan.

O equipe da Móveis Simonette foi vice-campeão com Ricardo, Flavinho, Osley, Careca, Peu, Neumar, Helder, Teba, Curinga, Danga, Val, Maikão. Maurão e Bagão. Por Antônio Salvador

Cinco partidas pelas quartas de final movimentam a Copa Comércio de Futsal

Medeiros Neto – Aconteceram 5 partidas nos últimos dias 3 e 6 de dezembro, sábado e terça-feira respectivamente, sendo que as partidas da categoria Principal foram válidas pela fase de quartas de final. Foram jogos emocionantes, onde as equipes precisando vencer partiram para cima e as equipes que jogavam pelo empate não se acomodaram.

As equipes se reforçaram com atletas renomados da nossa região e também de Minas Gerais. A arbitragem está bem fazendo seu papel tendo pulso firme nas suas decisões, pois são jogos difíceis.

A comissão organizadora desde já agradece aos parceiros que acreditaram no sucesso desse evento, Prefeitura Municipal de Medeiros Neto e comércio.

Na partida realizada no sábado (3), às 19h30min, categoria Principal, a equipe do Mazim/Vanuza Transportes goleou o Laticínio Garota por 6 a 0. O Mazim/Vanuza Transportes atuou com Luquinhas, Roninho, Ernelson, Neivaldo, Reinaldo, Uan, Wesley e Som; técnico: Fanfan, auxiliado por Ulisses. Os gols da partida foram marcados por Reinaldo (3), Roninho, Neivaldo e Som com um gol cada. Já o Laticínio Garota foi à quadra com Wilson, Pi, Leonardo, Marcos, Paulo Ricardo, Natan, Joelson, Boca e Ricardo; técnico, Renato. Wilson, Paulo Ricardo e Boca receberam cartão amarelo. Os árbitros da partida foram Vavá e Lula.

Ainda no sábado, às 20h30min, jogo também válido pela categoria Principal, o Supermercado Paizão/Estrela Modas foi goleado pela Loja do Povo por 4 a 0. O time do Supermercado Paizão/Estrela Modas perdeu com Winderlei, Pezinho, Roney, Jaquetô, Eliseu, Alex, Pinha, Gladsmar, Bruno, Kaé; auxiliar técnico, Eduardo. O Loja do Povo ganhou com Rafael, Victor, Pelinha, Edis, Tiaguinho, Rauã, Adeilson, Gudinha e Leozinho; técnico, Barriga. Os gols do jogo foram assinalados por Rafael (2), Pelinha e Tiaguinho. Os árbitros da partida foram Gordo e Petinha.

Já na terça-feira (6), às 18h30min, o jogo foi disputado pela categoria Veteranos. A Andressa Bombonieri venceu a Guida Material de Construção por 9 a 5. Andressa Bombonieri jogou com Barriga, Leo, Kaquia, Elias, Pirrocha, Bode, Onan, Danga, Paulo e Baixinho; técnico, Rauã Cartão amarelo para Barriga e Leo. Os gols da equipe foram feitos por Pirrocha e Barriga, ambos com 3 gols cada; fizeram ainda Bode, Leo e Danga. Guida Material de Construção jogou com Wesley, Adonias, Willian, Jutai, Edson, Fábio, Ademilson e Jeová; técnico, Durval. Apitaram o jogo, Rubinho e Leicimar.

Ainda na terça-feira (6), às 19h30min, pela categoria Principal, Gráfica Alfa 8 x 2 Saras Material de Construção. Gráfica Alfa: Cezão, Filó, Cássio, Keu, Romário, Rogerinho, Diano, Cleber e Juninho. Gols: Rogerinho (4), Keu (3) e Cássio. Saras Material de Construção: Marconny, Natan, Eurelio, Eder, Mailton, Bergues, Jesus, Ronaldo e Romildo; técnico, Alex.Gols de Jesus e Marconny. Árbitros da partida, Lula e Petinha.

Partida realizada na terça-feira (6), às 20h30min, pela categoria Principal, a Guida Material de Construção venceu o Protege por 5 a 2. Guida Material de Construção: foi à quadra com Henrique, Wilians, Henrique de Jesus, Rafael, Vagner, Marcos, Ivanilson, Wagner, Paulo Vinicius e Leonardo. Marcos recebeu cartão amarelo pelo time da Guida Material de Construção; técnico: Durval. Os gols do time foram marcados por Wilians, Vagner, Henrique de Jesus, Wagner e Marcos, com um gol cada. Protege perdeu com Jeffão, Léo Pirolo, Nailton, Cleber, Derlande, Disson, Elisandro, Ederson e Rodrigo, técnico, Clériston. Cartão amarelo: Cleber e Derlande. Gols: Disson e Ederson. Árbitros: Vavá e Gordo. Fonte: Medeirosneto.com

Conceição do Jacuípe ganha novo estádio

No sábado passado (3), às 18 horas, foi inaugurado o Estádio Municipal Rosalvo de Matos Valadares, o “Roseirão”, com uma festa que contou com a representante política da comunidade, a prefeita Tânia Yoshida, além de outros políticos de destaque, dentre eles o vice-governador Otto Alencar.

O estádio

Antes, um singelo campo de futebol que marcou a memória efetiva do município e foi palco da evolução dos atletas locais, onde só cabiam 500 pessoas. Hoje, com capacidade para cerca de 4.000 expectadores, é um estádio com novas arquibancadas, cabine para imprensa, refletores, bancos de reserva, vestiários (até mesmo o da arbitragem) decentes, só para listar algumas das novidades que maravilharam o torcedor conjacuipense.

O jogo

Após a inauguração oficial, houve o amistoso entre a seleção de Conceição do Jacuípe e o elenco do Sub-20 do Bahia, que saiu vencedor por 2 a 0.

 

Curiosidades do Futebol

Libertadores de 1982

O Peñarol, do Uruguai, foi campeão da Taça Libertadores de 1982, vencendo o Cobreloa, do Chile, por 1 a 0, em Santiago, gol de Morena aos 44 minutos do segundo tempo.

Os times jogaram assim: Cobreloa – Wirth, Hugo Tabilo (Manuel Martínez), Eduardo Gómez, Mário Soto*, Enzo Escobar, Víctor Merello, Armando Alarcon, Rubén Gómez, Rubio, Jorge Luís Siviero, Washington* (Letelier). Técnico era Cantatore.

Peñarol – Fernández, Diogo*, Oliveira, Gutiérrez, Morales, Saralegui, Bossio, Jair*, Vargas, Morena, Ramos. Técnico Hugo Bagnulo.

*Diogo e Mário Soto jogaram no Palmeiras, Jair jogou no Inter e Morena teve uma rápida passagem no Flamengo em 1983.

* Washington, não há registro.

*Liomar Mota-Colunista de Esportes do Jornal Alerta


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21