banner
publicidade
publicidade

5 dicas poderosas para amenizar a maldita ressaca

Especialistas garantem que há vida depois da bebedeira. Prevenir a dor de cabeça e o enjoo é possível sim, e só com base em uma alimentação inteligente antes e durante a festa e incontáveis copos de água.

Isso porque os sintomas todos acontecem por dois motivos: uma intoxicação, que pode ser combatida com o abastecimento correto do fígado, e a desidratação. Já que o álcool inibe o hormônio antidiurético, o banheiro acaba sendo a extensão da festa de quem bebe.

“O álcool é tóxico. E, como todo veneno, é metabolizado no fígado. Mas ele não consegue lidar com todo aquele álcool, porque fica sem estoque de enzimas. Por isso, podemos ‘ajudá-lo’ com uma alimentação rica nos compostos que ele precisa”, explica a médica nutróloga Melissa Chaves.

Para brindar muitas vezes sem se entregar à ressaca, Metrópoles consultou especialistas e reuniu dicas sobre como evitar o desconforto típico do dia seguinte.

1. Selênio e vitaminas do complexo B

iStockISTOCK

Segundo Melissa Chaves, tanto o selênio, presente na castanha do Pará, como as vitaminas do complexo B, encontradas na carne e nas folhas verdes escuras, ajudam no “estoque” de enzimas do fígado.  “São nutrientes importantes para o bom funcionamento do fígado. Por isso, se consumidos alguns dias antes da festa, ajudam no melhor metabolismo do álcool no organismo”, explica.

2. Água

iStockISTOCK

Esse talvez seja o truque mais conhecido, mas também o mais eficiente. O álcool tem efeito diurético no corpo e, por isso, as idas constantes ao banheiro acabam causando algum grau de desidratação.

A clássica dor de cabeça no dia seguinte costuma ser em função disso. Por isso, o copo de água na mão oposta à do drink é obrigatório. “Beber um ou dois copos de água também antes de dormir ajuda. Pode ser que você levante para fazer xixi à noite, mas é melhor do que a ressaca”, brinca Melissa.

3. Gordura

iStockISTOCK

Sim, o álcool é calórico. De acordo com o nutricionista Clayton Camargos, cada grama tem cerca de 11 calorias. No entanto, fazer jejum antes da bebedeira ou economizar nos alimentos é a maior cilada de todas. “Você fez dieta o ano inteiro. O momento de beber não é o de se preocupar com dieta. O combustível do fígado é o glicogênio. Se falta energia, ele não trabalha”, comenta.

Por isso, estocar o corpo de bons alimentos é essencial para a recuperação depois. “Se alimentar com gorduras boas, como castanhas, abacate e ovos pode ajudar. Mas é bom evitar as frituras e o açúcar branco”, ensina.

4. Água de coco

iStockISTOCK

Rica em eletrólitos, que geralmente perdidos quando o corpo sofre com a desidratação, a água de coco pode ser um boa aliada na prevenção e também na cura da ressaca. Aliada a um bom café da manhã no dia seguinte (se é que o estômago vai te deixar comer), é praticamente um remédio.

5. Chá de gengibre

iStockISTOCK

Se nada disso for suficiente para as doses do fim de ano e o enjoo aparecer no dia seguinte tirando qualquer traço de fome, o chá de gengibre pode ser um bom desjejum. Segundo Melissa, ele combate o enjoo e ajuda a fome a aparecer mais cedo.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21