banner
publicidade
publicidade

Comunidades e ICMBio dão sequência a construção do Plano de Manejo da RESEX de Cassurubá

Foram realizadas nos últimos dois finais de semanas, às 6 primeiras reuniões da 3ª. Rodada de Reuniões Comunitárias para construção do Plano de Manejo da RESEX de Cassurubá, localizada nos municípios de Alcobaça, Caravelas e Nova Viçosa no extremo sul da Bahia. Nessa etapa, são discutidos acordos e normas para o uso dos principais recursos extrativistas da UC, em especial os relacionados a Pesca e Mariscagem, tais como camarão, peixes diversos, caranguejo-uçá, entre outros.

Com suporte de recursos do Programa GEF MAR, que tem por objetivo o desenvolvimento sustentável da zona costeira e marinha. a equipe da UC contou com apoio de analistas ambientais do CEPENE/Caravelas, da COMAN/DIMAN e COPCT/DISAT, além de colaboradores locais como a UFSB, Colônias de Pesca, Associações, Conselheiros e etc. para as ações de planejamento, mobilização e execução dos encontros. Em novembro está prevista a complementação dessa etapa, com a realização das reuniões restantes e posteriormente de uma Assembléia Geral para fechamento das propostas consensuais levantadas. Tendo começado no início de 2015, o Plano de Manejo da RESEX de Cassurubá vem sendo construído por servidores do ICMBio e parceiros, com previsão de término para o primeiro semestre de 2017.

É importante que os pescadores artesanais e marisqueiros

 

A conservação dos ecossistemas marinhos e costeiros beneficia diretamente comunidades tradicionais, garantindo o acesso a recursos naturais e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dessas populações. A manutenção dos serviços ecossistêmicos gerados, como a capacidade de produção de alimentos, e a regulação climática, também contribui fortemente para a redução da pobreza e qualidade de vida. Além da fauna e flora locais, espécies migratórias também são beneficiadas, através da proteção de áreas importantes em que estas se alimentam, descansam ou se reproduzem, ao longo da costa brasileira.
O Projeto está alinhado com as políticas nacionais brasileiras para a conservação da biodiversidade e o desenvolvimento sustentável da zona costeira e marinha: Política Nacional de Biodiversidade, Metas Nacionais de Biodiversidade de 2010, Política Nacional de Recursos do Mar (PNRM) – incluindo o Plano Setorial para os Recursos do Mar (PSRM VIII 2012 – 2015), Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro (PNGC), Avaliação, Monitoramento e Conservação de Biodiversidade Marinha (REVIMAR), entre outros.

 

Gerido pelo FUNBIO, a equipe da UC contou com apoio de analistas ambientais do CEPENE/Caravelas, da COMAN/DIMAN e COPCT/DISAT, além de colaboradores locais como a UFSB, Colônias de Pesca, Associações, Conselheiros e etc. para as ações de planejamento, mobilização e execução dos encontros. Em novembro está prevista a complementação dessa etapa, com a realização das reuniões restantes e posteriormente de uma Assembléia Geral para fechamento das propostas consensuais levantadas. Tendo começado no início de 2015, o Plano de Manejo da RESEX de Cassurubá vem sendo construído por servidores do ICMBio e parceiros, com previsão de término para o primeiro semestre de 2017.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21