banner
publicidade
publicidade

A LIÇÃO DO PAPA AOS POLÍTICOS BRASILEIROS

Deixei para fazer alguns comentários a respeito da visita do Papa Francisco I ao brasil depois que o mesmo foi embora e passado alguns dias, a euforia da visita deu lugar as reflexões, as lições deixadas  por ele devem ser entendidas e mais que isto praticadas, reluto em fazer comparações a s ações preaticadas pelo Papa com as ações praticadas pelos políticos tupiniquins, será que algum destes nossos representantes refletiram estes ensinamentos, ou apenas ouviram e fizeram de conta que não se encaixavam aos seus deveres?

O primeiro ensinamento foi a Humildade, podemos observar que em momento algum o Papa usou da sua autoridade para colher benefício própria. Ao contrário, dispensou a modormia o privilégio.

Na verdade ele deu privilégio ao ser, e não ao ter e com isso buscou uma Empatia única com o povo que lhe cercava, quando se preocupou em conhecer o sentimento do povo buscou a interação e a aproximação, entendo os anseios da população. Ele exerceu um fator que se mostrou forte sua Liderança, por Exemplo, ele apenas não falou ele vivenciou, demonstrando que é possível conviver, trabalhar e doar para o próximo, exemplo vivo. Amar o Próximo, esta atitude deve ser transformadora e não apenas literária e oral, mas sim, vivenciada. Quando praticamos estes atos passamos a desenvolver a essencia de ser Servidor, não se importando com quem você é, mas com a satisfação de oferecer aquilo que é necessitado por alguém.

Outro fator fortíssimo a Comunicação, as mensagens foram comunicadas e entendidas por todos, através de gestos e palavras simples, contudo essenciais, verdadeiras e transparentes, sem subterfúgios sem meias palavras e acima de tudo sem duplo sentido.

Eu acabo perguntando ao meu íntimo oq eu fez tantas pessoas das mais diversas religiões irem para rua apreciar e ouvir o Lider da Igreja Católica? Eu mesmo tenho a resposta, pois ela esta nítida, o Respeito às Diferenças. Quando as respeitamos estamos abrindo um canal de entendimento com o diferente com o desconhecido, facilitando o entendimento e de ser entendido.

O que deixou-me intrigado foi a Disposição, está disponível e disposto é outro aspecto que merece reflexão, quando se defende uma causa é preciso ter esta disposíção e de estar disponível.

Receptividade, independente do que seja ser recpito é abrir as portas, incluisive para mostrar a suas opiniões, no meu parco entendimento o sorrizo e o primeiro espaço que ofereços para a receptividade, o sorriso é a comunicação universal, de estamos acessíveis para lhe ouvir.

Para finalizar estas minhas palavras, destaco a Inspiração, devemos ser e propor um meio de inspirar as pessoas a fazerem a se doarem, para que as coisas aconteçam. Na verdade devemos ser o modelo de inspiração.

Dentre tantos exemplos destaquei estes, que pude observar com apreço, satisfação e alegria, concluindo o PAPA não é só POP o PAPA é LIDER.

Quem entre nós identificar estes aspectos em nossos políticos pode ter a certeza seremos nós vencedores, enquanto a enganação, a presunção e a falta de comprimisso forem à temática seremos sempre sofredores, seremos apenas massa de manobra.

“A igreja precisa de vocês, do entusiasmo, da criatividade e da alegria que lhes caracterizam”. Papa Francisco.

Como nós precisamos de tudo isso em nossos representantes.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21