banner
publicidade
publicidade

A SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA E OS PODERES PUBLICOS

A SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA E  OS PODERES PUBLICOS

 

Mais uma vez se passa um feriadão de carnaval  e os mesmos problemas acontece no extremo sul da Bahia, com a omissão das autoridades publicas e a péssima prestação de serviços de lazer nas diversas cidades de nossa região.

Mais um acidente grave aconteceu com famílias de outras regiões do Brasil que veio passar o feriado de carnaval aqui na Bahia e é dizimada pela situação das rodovias, principalmente da BR 101 que corta o extremo sul da Bahia.

Por incrível que pareça uma família capixaba inteira foi envolvida na tragédia de sábado de madrugada do carnaval, onde nove pessoas,  pai, mãe e filha além de outros familiares  foram mortos  no mesmo local onde recentemente cinco jovens vindo do espírito santo morreram,  pelas más condições da BR 101 e falta de providencias das autoridades da região.

Esta na hora das autoridades e os poderes constituído  de nossa região tomarem providencias em relação  a situação da BR 101, para que imediatamente seja reparada e adequada ao transito intenso  corroborada ainda pela imprudência e negligencia de motoristas que não respeitam os limites de velocidade e as normas de transito.

Onde estão os Prefeitos da região,  deputados que representam o extremo sul da Bahia e a União dos  Prefeitos do extremo sul para cobrar da UNIÃO FEDERAL uma efetiva ação na BR 101 que corta o extremo sul da Bahia,  principalmente no trecho de Teixeira de Freitas a divisa com o Estado do Espírito Santo.

Quando vamos ao Espírito Santo e retornamos é nítida a  precariedade da BR 101 quando chegamos a Bahia, servindo inclusive de motivo de chacota a placa na divisa, “sorria você está na Bahia”,  onde vemos a nítida diferença entre o Espírito Santo e a situação de penúria da BR 101 no nosso Estado.

Assim, na condição de Presidente da SUBSEÇÃO DA OAB DE TEIXEIRA DE FREITAS, convoco a SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA e  todas entidades que queiram realizar um trabalho conjunto para cobrar das autoridades  uma posição firme em relação a BR 101 e juntos realizarmos uma CAMPANHA PELA MELHORIA  E DUPLICAÇÃO IMEDIATA NA BR 101 NO TRECHO DO EXTREMO SUL DA BAHIA,  pois é inconcebível a enorme quantidade de  mortes de pessoas nesta região, trazendo vergonha  para nossa região e dor para os   familiares das pessoas  que aqui trafegam.

Outra situação vergonhosa que presencia nesta época carnavalesca,  é a estrada que liga  a cidade de Prado com as praias da Paixão, Tororão e Cumuruxatiba, que parece uma pista  de MotoCross e não para  turista e pessoas que ali transitam para conhecer as  belas praias daquela região, verdadeiro arapuca para  as pessoas, em face da precariedade da estrada e a falta de condições de trafego.

As condições daquela estrada  demonstra a total ausência dos órgãos  públicos e da Prefeitura do Prado, pois sendo uma região de grande afluxo de pessoas, principalmente nesta época de carnaval, deveriam somar esforço para o seu asfaltamento ou até mesmo manutenção para um transito digno, ainda mais sabendo que o representante político é Secretario de Estado do Governador da Bahia.

Não vamos fazer elogios baratos e interesseiros para o representante político de plantão que gastam verdadeira fortuna dos cofres públicos para o pagamento de bandas, que nem sempre representa o interesse publico.

Alem da BR 101 e das condições das rodovias,  verificamos ainda a situação dos consumidores de nossa que são  ultrajados em seus direitos mais básicos de consumidores.

Vemos a exorbitância dos preços de bebidas e  do fornecimento de comidas nas praias, verdadeiro assalto ao bolso do consumidor sem nenhum tipo de fiscalização e a péssima prestação de serviço, onde não há nenhum tipo de infra estrutura por parte dos fornecedores.

Já conversei com o vice Prefeito de Alcobaça, Jose Carlos da Rocha,  e lhe falei que os municípios praianos devem fazer um trabalho com os proprietários de bares, restaurantes, barracas, etc., para  se adequarem  a um padrão digno de fornecimento aos consumidores, pois o que vemos é uma total  afronta ao CODIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR,  ainda por cima  que cobram a gorjeta de 10%  (dez por cento), que sabemos É UMA FACULDADE DO CONSUMIDOR,  NINQUÈM ESTÁ OBRIGADO A PAGAR A GORJETA DE 10% (DEZ  POR CENTO), não existe lei para este fim.

Portanto devemos cobrar de todos as autoridades  de nossa região e aos fornecedores, respeito aos cidadãos  e as pessoas e demonstrar a eles que o poder é transitório e que estão a serviço da população e das diversas comunidades do extremo sul, respeitando os princípios constitucionais da moralidade e eficiência dos serviços públicos e privados.

 ALBERTO BARBOSA ROCHA  – PRESIDENTE DA SUBSEÇÃO DA OAB DE TEIXEIRA DE FREITAS

 

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21