banner
publicidade
publicidade

A volta dos extintores ABC e o povo brasileiro sendo feito de otário…

Há quase dois anos foi aprovado no Congresso um projeto que tornava obrigatório o uso dos extintores ABC em todos os veículos automotores. Quem não tivesse, seria multado e não conseguiria passar em uma vistoria, por exemplo.

Diante disso, milhares de brasileiros correram para comprar o tal extintor, que era cinco vezes mais caro do que os usados anteriormente. A lei entraria em vigor no mês de outubro, até que de repente, sem motivo claro, a proposta acabou suspensa pelo Contran. O Contran alegou que o extintor não era necessário devido ao baixíssimo incidente de incêndios em carros.

Nem é preciso mencionar aqui o fato, talvez mais relevante de todos, de que diversos vídeos na época mostravam a ineficácia do tal extintor. Talvez seja melhor apenas mostrar:

No vídeo é possível notar o total desconforto do bombeiro que dá a entrevista. Ao perceber que o extintor não apaga o fogo, mesmo com todo o esforço, ele muda o discurso e diz que o equipamento é para “um princípio de incêndio”. Não dá para culpá-lo, provavelmente ele nem esperava por isso. Mesmo assim, o vídeo é claro ao provar que a troca do extintor era simplesmente desnecessária e que tudo não passou de uma malandragem política.

O fato é que milhares de brasileiros foram feitos de bobo. Eles saíram de suas casas e gastaram dinheiro em um extintor muito mais caro, mas tão eficiente (ou ineficiente) quanto o antigo, e pouco tempo depois disso a lei foi derrubada sem que houvesse a obrigatoriedade legal de seu uso.

Agora, no entanto, querem voltar com esta mesma lei. Segundo a revista Quatro Rodas, a Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou ontem o retorno da obrigatoriedade do uso deste extintor, graças a um novo projeto de autoria do deputado Moses Rodrigues, do PMDB. O relator da proposta, deputado Remídio Monai (PR), também concordou com a ideia. Agora o texto terá que passar pela CCJ da Câmara para depois ser votado em plenário.

Não é preciso ser gênio para entender o que acontece aí. Trata-se de um óbvio caso de lobby político. Algum empresário esperto financiou a campanha de um ou mais deputados e está cobrando a dívida, ou algo parecido com isso. Talvez nem seja o caso do autor da proposta, este pode ter sido apenas influenciado por outros. O caso é que o extintor não é necessário de fato, basta parar para pensar em quantos incêndios em carros acontecem. A incidência é baixíssima. O que querem com isso é tão somente tirar dinheiro da população.

Como sempre, o povo perde. Quem ganha são os políticos e alguns empresários malandros, assim como no caso daquelas sacolas ecológicas que se tornariam obrigatórias após a proibição das bolsas plásticas nos supermercados. Com o tempo descobriu-se que na realidade os políticos envolvidos com isso estavam apenas buscando vantagem.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21