banner
publicidade
publicidade

Acusado de matar cabeleireiro a facadas em Itabatã morre em confronto com a polícia

Raposão- Acusado de matar JK

O acusado de matar o cabeleireiro Jackson Silva, o popular “JK” a facadas na noite desta segunda-feira, 06 de julho, no bairro Bela Vista, próximo à Praça do Pica Fumo em Itabatã, distrito de Mucuri, morreu poucas horas depois em confronto com a polícia.

O acusado Wedson de Jesus Santos, vulgo “Raposão”, era acusado de matar “JK” com duas facadas nas costas e outra na barriga quando a vítima estava sentada na cadeira de um bar no inicio da noite desta segunda fera (06).

JK cabeleireiro, morto a facadas

Segundo informações, JK era muito conhecido em Itabatã e tinha muitos amigos policiais o que pode levar o criminoso a acreditar que ele era X9 da polícia e por isso o matou.

JK chegou a ser socorrido para o Hospital São José mais não resistiu. Após a morte do cabeleireiro, guarnições da polícia militar saíram a procura do criminoso. Quase no mesmo local aonde JK foi morto, Raposão foi encontrado e durante a tentativa de prisão, houve resistência e na troca de tiros o acusado foi alvejado e morto.

Raposão já é o terceiro ou quarto da família que perde a vida para a violência urbana.  Os corpos do cabeleireiro e do acusado de mata-lo ainda estão em Itabatã aguardando a chegada do rabecão para fazer a remoção para o IML de Teixeira de Freitas.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21