banner
publicidade
publicidade

Acusado de tentar contra a vida de “Galego” é preso pela polícia.

A Polícia Civil comandada pelo delegado Kleber Gonçalves, titula da 8ª Coorpin e uma equipe do SILC coordenada pelo delegado Marcus Vinicíus, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz Humberto Maçal, prendeu na tarde desta quarta feira, 29 de abril na Rua Arábia, bairro Liberdade I em Teixeira de Freitas, Daniel de Oliveira Lima, 25 anos, acusado de tentar contra a vida de Wasley Jesus Lima, vulgo “Galego” em 02 de fevereiro no bairro Liberdade.

 

Daniel é apontado como sendo o autor dos tiros contra Galego poucos dias depois que o mesmo havia saído da prisão. Na ocasião, Galego havia sido preso acusado de ter arrombado uma casa no Jardim Caraípe de onde subtraiu várias joias dentre elas vários relógios que foram recuperados pela polícia na ocasião da prisão do mesmo. Na época, Galego foi baleado por pelo menos cinco tiros, dois deles na boca, mas conseguiu sobreviver.

Daniel foi apresentado ainda no início da noite desta quarta-feira, na sede da Coorpin e negou as acusações. Daniel é acusado de fazer parte de uma quadrilha de traficantes e homicidas que agiam em Teixeira de Freitas e Itabatã, A quadrilha usavam mulheres que guardavam as armas e atraiam as vítimas para serem mortas.

Daniel foi preso no dia 6 de março na companhia de Paulo André Santos, 37 anos, que no dia 24 deste mês em companhia de um comparsa trocou tiros com a polícia no bairro Kaikan, tendo inclusive acertado vários tiros na viatura da Polícia Militar.

Polícia Civil chegou até a quadrilha quando investigava homicídios relacionados ao tráfico de drogas e encontrou a dupla com uma pistola 380 e um revólver calibre 38. Duas adolescentes de 17 anos, que estavam na companhia deles também foram apreendidas.

Segundo o coordenador da 8ª Coorpin, delegado Marcus Vinícius, as garotas integravam a quadrilha e eram responsáveis por esconder armas, além de observar as vítimas para repassarem as informações aos comparsas. A polícia chegou até elas depois que uma suposta vítima desconfiou das jovens e acionou a polícia.

Autuados em flagrante por formação de quadrilha e porte ilegal de arma, Paulo André e Daniel foram presos e encaminhados para o presídio de Teixeira de Freitas, mas foram soltos porque conseguiram o relaxamento da prisão.

Daniel está custodiado na carceragem da 8 Coorpin e deve responder por seus crimes.

*Bahiaextremosul


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21