banner
publicidade
publicidade

AÉCIO JÁ DEFINIU SEUS COLABORADORES E A ESTRELA É ARMÍNIO FRAGA

AÉCIO JÁ DEFINIU SEUS COLABORADORES E A ESTRELA É ARMÍNIO FRAGA

O senador e pré-candidato à presidência Aécio Neves (PSDB-MG) já montou a equipe que vai ajudá-lo na elaboração das propostas de sua campanha. Vários deles estiveram no primeiro escalão do governo do tucano Fernando Henrique Cardoso, e Aécio sonha em ter o ex presidente como informa revista Época desta semana.

Conforme informa o jornal Valor Econômico, Oocoordenador do programa de governo de Aécio será Antonio Anastasia (PSDB), governador de Minas Anastasia deve anunciar até 4 de abril que renunciará ao cargo para concorrer ao Senado e para se envolver mais diretamente na campanha de Aécio.

Segundo ele, o senador já convidou várias pessoas, personalidades de várias áreas, que já estão apresentando ideias, na área agrícola, de saúde, economia, relações internacionais. Entre os nomes está Armínio Fraga, o ex-presidente do Banco Central na gestão de FHC e sócio-fundador da Gávea Investimentos.

Armínio Fraga já definiu suas propostas:  Centrar esforços para trazer a inflação para a meta de 4,5% e depois reduzir essa meta; formalizar a autonomia do Banco Central; adotar uma meta de superávit primário plurianual, maior que a meta deste ano, de 1,9% do PIB; criar um limite para a relação dos gastos públicos em relação ao PIB, para que as despesas públicas cresçam a um ritmo menor do que o PIB; e impor um teto à expansão da dívida bruta do governo federal.

Em dezembro Aécio apresentou um documento com 12 pontos, em Brasília, chamando-o de bases para uma nova agenda para o país. No rol de colaboradores, Aécio Neves incluiu dois ex-ministros de Fernando Henrique, segundo pessoas do grupo do senador: Barjas Negri (que foi ministro da Saúde) e José Carlos Carvalho (Meio Ambiente), Xico Graziano, que foi presidente do Incra, Rubens Barbosa, embaixador do Brasil no Reino Unido entre 1994 e 1999 e nos Estados Unidos até 2004, o sociólogo Simon Schwartzman, que presidiu o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),  Adriano Pires que propõe um “choque de modernidade” na área de energia e na segurança pública, Cláudio Beato Filho que defende que o governo federal passe a ter uma atuação mais intensa no setor.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21