banner
publicidade
publicidade

AMPLIAÇÃO DO ÁGUA PARA TODOS EM LAJEDINHO ATENDE TRÊS MIL MORADORES

PROGRAMA SAÚDE EM MOVIMENTO – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA INICIA ATIVIDADES NA BAHIA

Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) mostram que o número de casos novos de câncer de mama esperados para 2011 na Bahia é de 1.970, sendo 780 na capital. Até maio de 2011, foram registrados 217 óbitos em mulheres. Para mudar esta estimativa, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde e das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), iniciou neste sábado (1º), o programa Saúde em Movimento – Rastreamento do Câncer de Mama.

A primeira cidade a receber a ação foi Itaberaba, a 267 quilômetros de Salvador, onde estiveram presentes o governador Jaques Wagner, a primeira-dama e presidente das Voluntárias Sociais da Bahia, Fátima Mendonça, entre outras autoridades.

O objetivo da iniciativa é realizar mamografia em 4.451 mulheres entre 50 a 69 anos. Além de Itaberaba, mais 13 cidades do Centro-Leste receberão a primeira etapa do programa. A região foi escolhida por conter o segundo maior número de mulheres na faixa etária de maior risco para a doença.

Os exames são realizados em uma unidade móvel, que vai percorrer 28 microrregiões do estado. De acordo com a coordenadora da Unidade Móvel, Rose Simões, as unidades visam facilitar o acesso das moradoras à prevenção da doença que mais mata as mulheres.

A costureira Elizabete Souza dos Reis, 61 anos, foi uma das primeiras a realizar o exame capaz de detectar nódulos nas mamas. Ela disse que aproveitou a oportunidade para se prevenir. “Quando fiquei sabendo, corri logo para a fila para não perder tempo. Já fiz o exame umas duas vezes, mas não faço todo ano porque o custo é alto, é preciso ir para outro município, mas graças a Deus surgiu esta oportunidade”, enfatizou.

Segundo o secretário de Saúde do Estado, Jorge Solla, o programa será executado durante dois anos. Solla explica que a ação conta com três etapas, sendo a primeira de mamografia; a segunda vai ocorrer caso haja suspeita de nódulo na mama, quando a paciente será encaminhada a uma unidade especializada de oncologia para realizar exames confirmatórios, como ultrassonografia. A terceira etapa será após confirmação do resultado positivo da doença, quando as mulheres serão encaminhadas para realizarem o tratamento especializado, entre estes, quimioterapia, radioterapia.

“Quanto mais cedo for feito o diagnóstico, melhor é a capacidade de resposta ao tratamento. Além dos exames, queremos que esse seja um trabalho educativo que conscientize as mulheres sobre a importância da prevenção”, disse.

Outubro Rosa

Outubro foi escolhido para iniciar o Saúde em Movimento – Rastreamento do Câncer de Mama, por ser, internacionalmente, o mês conhecido como Outubro Rosa, por estimular empresas, população e entidades a trabalhar na prevenção e tratamento do câncer de mama. Em vários países, são realizados eventos incetivando as mulheres a realizarem a mamografia.

A presidente das Voluntárias Sociais da Bahia, a primeira-dama, Fátima Mendonça, disse que a iniciativa das Voluntárias juntamente com a Secretaria de Saúde tem como principal meta reduzir os índices de morte por câncer de mama, conscientizando por meio de palestras e na realização dos exames. “Não é a toa que iniciamos esta ação em outubro, que é dedicado a esta conscientização das mulheres, de seus familiares. Muitas deixam de fazer o exame por puro preconceito. Então é hora de alertarmos estas mulheres sobre a importância de um diagnóstico precoce”, ressaltou.

A previsão é que no prazo de dois anos sejam realizadas, em todo o estado cerca de um milhão de mamografias, 149.185 ultassonografias de mama, 149.185 consultas com especialista, 19.891 punção/biópsias/diagnostica, 19.891 exames anatomopatológico e 6.962 biópsia cirúrgica de mama.

“Estamos começando um novo processo do Saúde em Movimento beneficiando todas as mulheres baianas. Espero que com isso possamos salvar muitas vidas”, enfatizou o governador Jaques Wagner.

 

AMPLIAÇÃO DO ÁGUA PARA TODOS EM LAJEDINHO ATENDE TRÊS MIL MORADORES

Cerca de três mil moradores do município de Lajedinho, a 355 quilômetros de Salvador, comemoraram neste sábado (1º) a ampliação do sistema de abastecimento de água. Seis novas localidades da cidade passaram a ser atendidas por meio do programa Água para Todos: Simpatia, Sem Terra, Angico, Bom Jardim, Quebra-Viola e Colosso.

A dona-de-casa, Eurides Jesus Santos, 31 anos, falou sobre as dificuldades que os moradores do município tinham para ter acesso à água. “Faltava muito. Tínhamos que ir para lugares distantes. Com água podemos fazer muita coisa, cuidar da limpeza da casa, de nossa higiene pessoal”, enfatizou.

A comerciante Sandra Regina Góes também comemorou a ampliação do sistema de abastecimento de água. “Era mesmo necessário. Além das atividades diárias, a água tratada nos ajuda a prevenir contra doenças”.

De acordo com o presidente da Embasa, Abelardo Oliveira, foram investidos cerca de R$ 1,68 milhão na execução da obra, cujos serviços compreendem a ampliação da capacidade de produção do sistema de 20m³/h para 34m³/h; implantação de 25 mil metros de adutoras e 19 mil metros de rede de distribuição.

“Investimos para a melhoria na vida das pessoas, principalmente moradoras da zona rural. A primeira etapa do programa foi um sucesso e agora esperamos muito mais beneficiados para esta segunda fase do Água para Todos”, afirmou o governador Jaques Wagner.

Os investimentos de R$ 3,7 bilhões destinados à segunda fase do Programa Água para Todos beneficiarão 4,785 milhões de baianos até 2014. São R$ 700 milhões a mais em relação à primeira, aplicados para o acesso à água de qualidade. Esta etapa visa atender 2,5 milhões de pessoas com abaste

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21