banner
publicidade
publicidade

Antecipação política atrapalha agenda econômica do Estado, diz Lelo

Embalados pela presidente da República, Dilma Rousseff (PT), que acabou antecipando o debate eleitoral, os demais estados seguiram a mesma linha e só se falam em palanques para a disputa de 2014. Possíveis candidatos ao Governo, Senado, Câmara e Assembleia não faltam, mas para o deputado federal Lelo Coimbra a antecipação da agenda política, que deveria acontecer somente no ano que vem, pode trazer sérios prejuízos e atrapalhar as pautas econômicas dos estados. Aqui no Espírito Santo, vale lembrar que além dos royalties, o os capixabas também aguardam posicionamento do Senado para não sofrer queda na arrecadação do ICMS.

Reeleição 
Lelo diz que as eleições municipais nem bem acabaram e já estão colocando em pauta o processo eleitoral do ano que vem. “As cadeiras nem aqueceram ainda e já tem outra eleição colocada”, pontua o deputado federal, que deve mesmo disputar à reeleição em 2014. E conclui: “A antecipação é muito ruim para a gestão pública”.

Desagregação 
Para o peemedebista, o momento agora é de reunir forças para enfrentar os desafios que o Estado tem pela frente. Segundo Lelo, discutir eleição agora agrava a instabilidade política, já que ao invés de unir os gestores, acaba criando uma divisão entre aqueles que deveriam estar juntos.

Animação 
Embora acredite que tudo que for discutido agora sobre eleição é especulação, Lelo disse que o PMDB está bem otimista em relação à candidatura do ex-governador Paulo Hartung (PMDB) a uma das vagas no Senado. O parlamentar revela ainda que Hartung está cada vez mais animado para disputar as próximas eleições.

Omissão I
O inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Edmar Camata vai protocolar no Ministério Público Estadual uma representação contra a secretária de Ação Social de Guarapari, Maria Helena Netto. É que ao ser procurada para acolher um motorista perdido, a informação obtida foi de que não havia abrigo no município e nem veículo disponível para levá-lo para outra cidade.

Omissão II
Para Camata, isso é caso de omissão, já que o homem, um motorista gaúcho que estava perdido em Guarapari, estava debilitado fisicamente e com sintomas de confusão mental. “Isso é omissão”, disse o policial. Procuramos a secretária neste final de semana para comentar o assunto, mas não conseguimos contato.

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21