banner
publicidade
publicidade

Arena Fonte Nova em ritmo acelerado para a Copa das Confederações

Arena Fonte Nova em ritmo acelerado para a Copa das Confederações

A construção da Arena Fonte Nova que já vinha em ritmo acelerado teve o número de trabalhadores ampliado para que o estádio possa receber os jogos da Copa das Confederações. É o que informa o governador Jaques Wagner no seu programa de rádio desta terça-feira (25). Ele diz que ao retornar da viagem à França e Portugal, de onde trouxe novas perspectivas de negócios para o estado, sobretudo nas áreas de chocolate e vinhos, conversou com a empresa Fonte Nova Participações sobre o andamento da obra. Ele ressalta ter “absoluta convicção” de que a Bahia participará da competição com pelo menos três jogos.

Wagner também alerta sobre a necessidade de “todo mundo ter que se juntar para trazer mais evidência e mais prestígio para Salvador e a Bahia”.

O governador também disse que ficou animado com a decisão da Fifa de definir seis jogos da Copa do Mundo para o estado, sendo que, dos quatro jogos da primeira série, três são cabeça de chaves, “ou seja, os jogos mais importantes. Não é qualquer jogo”.

Outro assunto de destaque é a sua participação no Salon Du Chocolat, na semana passada, na França, considerado o maior evento de cacau e de chocolate do mundo, que, em 2012, será realizado na Bahia. Pela primeira acontecerá na América Latina/Brasil. “Vem exatamente para a terra do cacau”, deixando “o circuito Estados Unidos/Europa/Japão”.

Segundo Jaques Wagner, o Salão sempre foi realizado em países que consomem chocolate, mas que não são produtores de cacau. “Então, esse é um destaque. É um trabalho que eu venho fazendo há dois anos e meio, três anos, junto com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), a Ceplac (Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira), com os nossos produtores lá de Ilhéus, de Itabuna e de toda a região”.

O governador enfatiza o fato de ter conseguido trazer uma fábrica de chocolate americana, que se dedica especificamente ao chocolate para crianças. Para isso, foi assinado, na última sexta-feira (21), em Paris, um Protocolo de Intenções para instalação provavelmente no eixo Itabuna/Ilhéus.

“É mais uma forma de valorizar o cacau, essa lavoura que já representou 60% da riqueza baiana e, graças a Deus, se recupera a cada ano. Já somos de novo o maior produtor de cacau do país. Internacionalmente, todo mundo reconhece o paladar, o sabor do produto baiano, e eu espero que, com o salão, a gente consiga projetar ainda mais a economia baiana no circuito internacional”.

Vinhos – No programa Conversa com o Governador, Wagner fala ainda da visita que fez à região Bordeaux, na França, uma das mais importantes na produção de vinho, onde a Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri), por meio da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), assinou um primeiro convênio de entendimento para trazer mudas das uvas que produzem o vinho de Bordeaux.

A idéia é plantar as mudas na Chapada Diamantina, que tem um clima próprio para receber a fruta. Wagner afirma que há dois anos foi feito algo semelhante com as uvas da região de Champanhe também da França, que começa apresentar resultados satisfatórios em Morro do Chapéu.

Segundo o governador, poucos sabem que o Vale do São Francisco já é segunda maior região produtora de vinho, com 7,2 milhões de litros por ano. “Então, cumpro, assim, aquilo que eu entendo que é a minha obrigação, de mostrar a Bahia lá fora, de sensibilizar investidores de todas as áreas”.

Nesse sentido, ele afirma que também manteve contato com empresários das áreas do turismo, indústria e energia eólica, para mostrar e dar garantia de que “vivemos em um país e em um estado que tem regras claras, transparentes, de tal forma que os investidores se motivem a vir aqui, gerar riqueza, trabalho e emprego para a nossa gente”.

Porto Sul – No final do programa, Wagner chama a tenção para a audiência pública do licenciamento do Porto Sul, que será realizada no sábado (29), às 14h, no Centro de Convenções de Ilhéus. O porto será instalado no final da Ferrovia Oeste-Leste, que representará um forte vetor de desenvolvimento, de atração de novos investimentos para todo o estado, particularmente para o eixo Ilhéus/Itabuna.

“Eu espero que, nessa audiência, tudo possa ser esclarecido, mostrando que o Porto Sul chega para somar, com uma ferrovia, um novo aeroporto, para que a gente garanta hoje, daqui há dez, vinte anos, o desenvolvimento que a Bahia precisa, gerando emprego e cidadania para todo mundo”.

O programa é produzido pela Secretaria de Comunicação Social do Estado da Bahia (Secom), veiculado toda terça-feira, às 7h30, pela Rádio Educadora FM 107,5 MHz e reproduzido por vários veículos de comunicação, além de ficar disponível na página do Conversa e pelo telefone 0800-071-7328.

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21