banner
publicidade
publicidade

Assassinada com 03 tiros em Barreiras, filha de Rui Morais, ex secretário da prefeitura de Mucur

 

O corpo de Juliana Camilla Lopes de Morais, 26 anos, foi encontrado já em estado de gigantismo por um motociclista por volta de 20 horas de quarta feira, 26 de fevereiro, num terreno baldio, no loteamento Alphaville na cidade de Barreiras-BA.

 

De família tradicional em Mucuri, Juliana Camilla, era estudante dooitavo semestre do Curso de Enfermagem da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB) e realizava pós-graduação em nutrição e tinha planos de retornar para a cidade de Santa Maria da Vitória, onde moram seus pais, o servidor público estadual do DETRAN/BA Rui José de Morais e a gerente de RH do frigorífico Boi do Cerrado, Arlete Ferreira Lopes de Morais.

 

 

A família da jovem é muito conhecida em Mucuri, ela é filha de rui Moarais, ex gerente do extinto Baneb e ex secretário da prefeitura na gestão Robertinho. Juliana também é sobrinha de Washington Morais, ex secretário da prefeitura de Mucuri que morreu há pouco tempo.

O corpo da jovem já em estado de gigantismo apresentava três perfurações feitas por arma de fogo, sendo 02 tiros na região do tórax e 01 tiro no pescoço, do lado esquerdo. Segundo o perito criminal Mauro César Medeiros, a jovem foi morta provavelmente na quarta-feira,( 25).

 

 

Ao saber da noticia através de um site da região, a mãe da garota passou mal e teve que ser socorrida para o hospital. “Ela reconheceu a foto da filha depois de visualizar a matéria e levou um grande susto. Estávamos preocupados, porque desde ontem, Juliana não atendia ao telefone”, disse a mãe de Juliana.

Há suspeitas de que a jovem tenha sido sequestrada ao chegar em seu apartamento situado á Rua Custódio de Carvalho, sua casa, nada foi levado. A polícia acredita que ela tenha sido sequestrada ao abrir a porta e levada para ser morta onde o corpo foi encontrado, pois nada foi levado, o telefone celular e os cartões de banco foram encontrados dentro do apartamento.

O médico legista Sérgio Noronha, coordenador do Departamento de Polícia Técnica de Santa Maria da Vitória, a quem Juliana chamava de tio, estava muito abalado com a morte. Ele é amigo íntimo da família e fez questão de acompanhar o trabalho de necropsia da vítima, no IML regional de Barreiras. O enterro será neste sábado(28) em Santa Maria da Vitória.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21