banner
publicidade
publicidade

ASSOCIAÇÃO DE DEFENSORES PÚBLICOS CRITICA VETO A REAJUSTE E ADMITE GREVE


A presidente da Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais (Anadef), Michelle Leite, disse que a categoria recebeu o veto total do presidente Michel Temer ao reajuste dos servidores com “indignação, irresignação e incompreensão”.

Segundo ela, a categoria foi escolhida por Temer para mostrar um compromisso com o ajuste fiscal, mesmo depois de o governo ter sancionar o reajuste de outras 14 categorias do funcionalismo público.

“A categoria representa 0,15% do valor total de reajuste dos servidores federais”, disse Michelle. Segundo ela, após a “surpresa” e “tristeza” com a decisão de Temer, a Anadef está discutindo internamente qual será a reação da categoria. “Uma Assembleia será convocada nos próximos dias e a greve é uma possibilidade, caso a categoria assim entenda”, disse.

Além do trabalho interno, Michelle afirmou que os defensores públicos investirão em um trabalho junto ao Congresso Nacional para pressionar os parlamentares a derrubar o veto de Temer. Ela lembra que o reajuste havia sido aprovado no Congresso com a participação do líder do governo. “Houve um acordo, naquele momento foi uma vitória para o governo”, afirma.

O reajuste salarial do defensor-público Geral da União e de servidores da DPU foi aprovado no dia 24 de agosto em votação simbólica, com críticas de senadores do PSDB e do DEM. O reajuste só foi colocado em votação após acordo entre senadores do PT e do PSDB. (Estadão)


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21