banner
publicidade
publicidade

BAHIA CRIA 6 MIL EMPREGOS NO 1º SEMESTRE, MAS SALVADOR CONTINUA DEMITINDO

A economia baiana continua sem estabelecer tendência de crescimento no mercado de trabalho e eliminou, 1,2 mil postos de trabalho com carteira assinada em junho de 2017. Mas no 1o semestre de 2017, a economia contratou mais do que despediu e o saldo foi positivo em 6,1 mil postos.Na média, Salvador é quem está puxando para baixo a contratação de novos postos de trabalho. A Capital baiana eliminou 6,4 mil postos de trabalho no 1o semestre de 2017, enquanto no interior foram criados 16,1 mil postos de trabalho. O problema é que setores como o comércio e a construção civil, mais concentrados em Salvador, continuam demitindo trabalhadores.

Na Bahia, entre janeiro a junho, cinco setores de atividade contrataram mais que demitiram, com destaque para Agropecuária (+8,1 mil postos), Indústria de Transformação (+3,3 mil postos), Administração Pública (+2,9 mil postos).  Mas o Comércio eliminou 5.2 mil postos de trabalho e a Construção Civil 4,5 postos, demonstrando que a recessão ainda permanece nesses setores.

Em Salvador, a situação foi pior e todos os setores de atividade eliminaram postos de trabalho no 1o semestre, com exceção dos serviços de utilidade pública. O Comércio eliminou 2,3 mil postos de trabalho e a Construção Civil 3,5 mil postos. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) e analisadas pelo Bahia Econômica.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21