banner
publicidade
publicidade

Bolsonaro quer drones ‘na linha de tiro com marginais’ para proteger policiais

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

 

O presidente Jair Bolsonaro informou que vai enviar um projeto ao Congresso Nacional para permitir o uso de drones para compor a primeira linha de combate em operações da polícia. A intenção é evitar que militares ou policiais fiquem na “linha de tiro” diante de “marginais que não têm recuperação”. Segundo ele, será um projeto bem estudado.

Bolsonaro deu a declaração ao conceder uma entrevista coletiva no Palácio do Planalto, na manhã dessa sexta-feira (21).

Respaldo jurídico

Questionado sobre eventuais resistências no Congresso ao projeto sobre retaguarda jurídica aos militares e policiais, o presidente afirmou que precisa dar essa proteção para autorizar missões de Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

As GLOs, solicitadas por governadores, permitem o emprego das Forças Armadas em casos de situações de perturbação da ordem pública.

“Os governadores, mais cedo ou mais tarde, espero que não, mas caso venham a pedir GLO [Garantia da Lei e da Ordem], eu vou querer a retaguarda jurídica, a garantia para os meus homens. Como chefe supremo das Forças Armadas, eu só posso pagar uma missão para um subordinado se ao término da missão ele puder ser condecorado e não processado”, disse, após almoço no Ministério da Defesa.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21