banner
publicidade
publicidade

Bota derrotado pelo Flu nos pênaltis

O Fluminense derrotou o Botafogo nos pênaltis por 4 a 3 na noite desta quinta-feira e se classificou à grande final da Taça Guanabara. Agora, o Tricolor das Laranjeiras irá decidir com o Vasco o primeiro turno do Campeonato Carioca, que dá direito à vaga na decisão do Estadual.

Primeiro tempo movimentado, mas sem gols

O jogo começou bastante estudado pelas duas equipes, que procuravam marcar, sobretudo no meio-campo. Prova disso é que, aos 11 minutos do primeiro tempo, ainda não havia tido nenhum lance de maior perigo às metas de Jefferson e Diego Cavalieri.

Elkeson era o jogador mais perigoso do Botafogo até então. Driblava e deixa os marcadores tricolores confusos. Com trezes minutos, o meia botafoguense cobrou falta com força e obrigou o arqueiro do Flu a fazer uma ótima defesa. O Fluminense respondeu logo em seguida, dois minutos depois: Thiago Neves tocou para Fred finalizar com força; o 1 do Bota espalmou e bola sobrou para Deco, que estava impedido.

Dezenove minutos: Thiago Neves cabeceou com perigo, assustando o goleiro Jefferson. O jogo era “toma lá da cá”: um time atacava, outro atacava de volta. TN7 estava mesmo bem na partida: aos 27 minutos, bateu falta perigosa; o paredão alvinegro mais uma vez impediu o primeiro gol do Flu. Quaranta e um minutos: Thiago Neves cruzou para Fred, que se antecipou à defesa botafoguense e cabeceou, mas redonda saiu por cima. E esse foi o lance mais perigoso da primeira etapa, que terminou como começou: 0 a 0.

Botafogo se acanha, leva gol, mas chega ao empate

A exemplo da primeira parte da partida, o segundo tempo começou bastante truncado e estudado. Mas, aos três minutos, Welinton Nem quis surpreender e mudar essa história: dentro da área ele cortou e bateu com categoria, mas bola saiu.

O Fluminense havia voltado melhor e dominava o jogo. Cinco minutos: Fred, de novo, cabeceou bola, que saiu, caprichosamente. O Botafogo por sua vez havia adotado a tática dos contra-ataques. Trze minutos: Carlinhos cruzou para Thiago Neves, que finalizou de cabeça; Jefferson, de novo, fez milagre.

A partida parecia ter perdido ritmo após a parada técnica.Mas, o Botafogo deixou de ser coadjuvante na partida e o melhor jogador alvinegro, Elkeson, abriu o placar: Herrera recebeu lançamento e rolou na área para o camisa 9 por no fundo das redes: 1 a 0. O empate do Flu veio pouco tempo após. Aos 34, Deco tocou para Leandro Euzébio, que dominou e bateu bem, igualando o marcador. A partir daí, a torcida empurrava as duas equipes ao ataque. Aos 44, Thiago Neves, maior contratação tricolor da temporada, de uuma furada bisonha. E o jogo terminou assim: 1 a 1. A partida foi para a disputa de pênaltis, a fim de saber quem enfrentaria o Vasco na grande decisão da Taça Guanabara.

Pênaltis e Fluminense classificado

Fred converteu o primeiro pênalti; Andrezinho empatou na disputa; Jefferson apareceu como heroi e defendeu a cobrança de Jean, do Flu. Herrera pôs o Botafogo à frente do marcador: 2 a 1. Mas Thiago Neves deu um alento à torcida tricolor e fez o seu. Foi a vez de Diego Cavalieri defender: Lucas bateu mal e o goleiro tricolor pegou. Logo após, Rafael Moura deixou Flu à frente: 3 a 2. Mas Renato empatou: 3 a 3. O zagueiro Anderson pôs o Flu de novo na frente. Na última cobrança, o maior ídolo botafoguense, Loco Abreu, bateu e o 1 tricolor mais uma vez defendeu, classificando o Flu à final da Taça Guanabara.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21