banner
publicidade
publicidade

Calcinha Preta terá que pagar R$ 2,3 milhões de Indenização

Bomba! Entre as ações nas quais, a banda Calcinha Preta se vê envolvida, uma já está dando dor de cabeça. A juíza Lindalva Soares, da 11ª Vara Cível do Rio, determinou que a banda Calcinha Preta, o empresário Gilton Andrade (dono), a gravadora Warner e a Nordeste Digital Line indenizem em R$ 2,3 milhões o compositor Renato Terra. A Notícia chegou ao conhecimento do empresário como uma bomba atômica

Segundo a coluna Ancelmo, do Jornal O Globo, a banda é acusada de utilização não autorizada da música “Meu grande amor”, de autoria de Renato. O laudo pericial foi feito por Mayses Alberto Mizrahi. Agora a pergunta que não cala: Quanto a Banda Sergipana não faturou com a execução dessa musica? O dinheiro arrecado durante um mês de shows é o equivante a um faturamento de 3 milhões sendo cada show a 100 mil reais.

Mais uma…

O compositor feirense Waldômio também batalha na justiça por conta utilização indevida da música “Volte Amor”.

A canção foi gravada pela banda Mulheres Perdidas, grupo pretencente  (na época da ação) a Gilton Andrade.  Especula-se valor do processo gira em torno de R$ 300 mil.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21