banner
publicidade
publicidade

Caminho para cura da depressão

Caminho para cura da depressão

I leitura: 1 Rei. 19, 1-11  /  Salmo:145  /  Evangelho: Lc. 8, 16-18.


Hoje vamos meditar acerca de um mal que atinge muitas pessoas e não escolhe idade, cor, sexo ou condição econômica. A depressão. Essa doença é um problema tão sério que o Vaticano fez um congresso sobre este assunto. E um estudo realizado mostra que  300 milhões de pessoas no mundo  sofrem com esse mal.

Depressão significa buraco. A depressão é uma doença que compromete a pessoa como um todo, altera a maneira como a pessoa vê o mundo, como sente a realidade, como entende as coisas, altera as emoções e atinge a disposição e o encanto com a vida. Afeta as rotinas mais simples da vida como, por exemplo, a forma como a pessoa se alimenta, dorme e como se sente em relação a si próprio.

Mas o Evangelho de hoje vem nos iluminar e nos direcionar a buscarmos a cura dos nossos males. Há pessoas que vivem inseguros e buscam horóscopos para direcionar a sua vida e não percebe que dessa forma nunca vão chegar a lugar algum. A Palavra de Deus tem os ensinamentos que precisamos para guiar a nossa vida. “Vede, pois, como é que ouvis. Porque ao que tiver, lhe será dado; e ao que não tiver, até aquilo que julga ter lhe será tirado” ( Lc 8, 18). O Senhor vem nos ensinar que através da escuta, recebemos sementes para a vida e produzimos, e ao produzir, recebemos mais, enquanto se não escutarmos, não produzimos e aí será tirado até aquilo que presumimos ter.

A depressão é uma doença  tão séria que não escolhe a quem atingir. Voltemo-nos para a primeira leitura, o profeta Elias passou por esse mal. “Elias teve medo, e partiu para salvar tua vida. Chegando a Bersabéia, em Judá, deixou ali o seu servo, e andou pelo deserto um dia de caminho. Sentou-se debaixo de um junípero e desejou a morte” ( 1 Rei 19, 3). Eis algumas características da depressão: medo, isolamento, desejo de morte. E percebam que estamos falando do profeta Elias. A depressão pode atingir qualquer pessoa, por isso a importância de não julga-la como fraqueza, frescura, preguiça ou coisas do gênero.

Existem diversos fatores que levam a depressão: fatores internos, que são derivados das doenças do organismo como: conseqüência de um câncer, um AVC ou mesmo uma doença genética. Enquanto os fatores externos são as situações que a vida nos apresenta como: perdas, mortes, rompimentos e até mesmo situações econômicas. Existem ainda pessoas que pensam que nunca poderão entrar numa situação depressiva pelo fato de ser ativo na Igreja, ou bem sucedido profissionalmente ou mesmo porque se acha inatingível. A verdade é que esse mal vai além das nossas vontades, contudo, é muito importante saber que somos capazes de sair de uma situação depressiva. Isso requer racionalizar e se for necessário buscar ajuda médica, terapêutica e espiritual, é necessário que não haja resistência ao tratamento. A medicina cuida do corpo e Deus cuida da alma. Deus dá aos homens o dom de cuidar do corpo humano, então porque resistir? Não tenha receio de procurar tratamento. A depressão é muito difícil de ser diagnosticada. O importante é saber que esse mal tem cura.

Vamos conhecer agora alguns sintomas que a depressão apresenta. Mais é muito importante lembrar que não é uma única situação que significa depressão, mas sim um conjunto de sintomas. Uma pessoa depressiva pode apresentar: Tristeza constante, isolamento, ansiedade, insegurança, baixa autoestima, sentimento de culpa, sentimento de impotência, sentimento de desesperança, falta de energia, fadiga, falta de apetite, memória fraca, insônia, dificuldade para decidir, pessimismo, pensamento de morte ou suicídio, perda ou excesso de peso, inquietação, irritabilidade, mau humor constante, dificuldade de concentração e perda de interesse por aquilo que gosta como um hobbie ou esporte. Lembrando ainda, que há sintomas também físicos como: dores de cabeça constante, dificuldade no aparelho digestivo, assim como também pode atingir crianças e adolescentes que vão desde irritabilidade, pânico a rebeldia e até mesmo vício com drogas. Contudo, é importante relembrar que a depressão não se trata de uma situação isolado, mas de diversos sintomas. Uma pessoa deprimida pode apresentar vários sintomas, e a nós cabe não sermos ignorantes na fé, mas, ajudar  a pessoa a sair do buraco. Se necessário for, buscar ajuda através dos medicamentos, psicológica, terapêutica e espiritual. Buscar ajuda médica não diminui a nossa fé, tampouco é pecado. Deus usa das pessoas para realizar as suas obras. O deprimido precisa agir contra essa doença, ou seja, reagir, permitir ser tratado. É preciso querer sair do buraco.

Em alguns casos a depressão é uma questão interna, que depende da cura espiritual. Sabe por que essa busca é tão importante? Porque Deus é o grande diferencial. Deus age e ultrapassa caminhos e espaços que os medicamentos não alcançam. Porque somos obras de Deus, e sendo assim, Deus jamais permitirá sua obra no buraco. Seu lugar é no caminho de Deus, porque o Senhor nos quer transformados, iluminados e cheios de vida. O dom da vida.

Se você está passando por momentos de tristeza ou enfermidade, permita que Jesus passe agora em sua vida, como Deus pediu a Elias. “ Sai e conserva-te em cima do monte na presença do Senhor: Ele vai passar” (Rei 19, 11).

Meu irmão, você é obra de Deus, seu caminho é longo porque o Senhor tem  projetos para você. O Senhor quer passar na sua vida. É no caminho da vida que Deus quer mostrar as alegrias e as promessas da vida.

Exortação feita pelo Pe. Alexandre Junior Simões de Souza
Texto de Gidalva Pardim


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21