banner
publicidade
publicidade

Copa Brasil:Caldeirão apagou e reacendeu: Vasco sai atrás, mas consegue empate no fim

Caldeirão fervilhando em São Januário! Vasco e Avaí ficam no empate por 1 a 1, favorecendo o Avaí, que conseguiu marcar um gol fora de casa. Os dois times fizeram o jogo de ida por uma vaga na final da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira, com o estádio lotado com os cerca de 20 mil torcedores. O Cruzmaltino tentou sair vitorioso, para ter a vantagem no próximo jogo, em Santa Catarina, mas as duas equipes estiveram determinadas durante os 90 minutos de jogo. No primeiro tempo, a partida permaneceu equilibrada. Já no segundo, o Vasco mostrou superioridade, atacando mais, principalmente com Felipe. Diego Souza esteve apático durante a partida, mas marcou o gol, de pênalti, do Vasco, na prorrogação. Pelo Avaí, Julinho, inspirado, fez o único gol da partida e segue na vantagem pela vaga na final da Copa do Brasil.

O jogo começou com uma falta do Vasco sobre o Avaí, fora da área, sendo cobrada por Acleisson tentando marcar o primeiro do time catarinense, mas sem resultado. Em seguida, com apenas um minuto de jogo, Éder Luís largou a bola paa Alecsandro que preferiu deixar para Diego Souza arriscar, quase marcando o dele, mas Marcinho Guerreiro conseguiu evitar tirando de cabeça, na linha do gol. Aos seis minutos, Anderson Martins cruzou para a área, mas novamente Marcinho Guerreiro salvou o Avaí. As duas equipes pareciam nervosas, tentando atacar, pressionados pelo adversário. Aos nove minutos, Felipe foi derrubado por Acleisson na intermediária de ataque. Com a cobrança de Felipe, o meia tocou para Ramon pela esquerda, Dedé recebe e sobra para Felipe, que assustou com um chute a gol, dando trabalho ao goleiro Renan, que defende.

Avaí se mostrou vivo no jogo com Marquinhos Gabriel, que invadiu a área pela direita aos 12 minutos, mandado a bola para William que segurou, sem finalizar. Anderson Martins salvou o Avaí. Três minutos depois, os catarinenses assustaram novamente, com Julinho chutando próximo ao travessão. Pelo Avaí, William sentiu o tornozelo, enquanto o Cruzmaltino cobrava escanteio, mas Éder Luís errou o alvo. O time da Colina seguiu errando nas finalizações.

Com 21 minutos de jogo, o Vasco bem que tentou abrir o placar, com Alecsandro num cruzamento para Anderson Martins, que não teve qualquer direção. O Vasco seguiu buscando fazer gol com o maestro, que pegou feio na bola, sendo travado pela zaga catarinense. Aos 24 minutos, Diego Souza recebeu bola de Éder Luís na entrada da área, mas enrolou e foi roubado pelo adversário. Um minuto depois, o Avaí tentou responder numa cobrança de escanteio e quase marcou com um gol contra de Dedé que, pelos jogadores do Avaí, colocou a mão na bola.

Cariocas e catarinenses vão para cima a qualquer custo, mas se postam bem na defesa. Perto dos 32 minutos, Alecsandro arrisca um chute por fora da área, mandando por cima do gol de Renan, sem dar trabalho ao goleiro. Aos 35 minutos, Dedé fez firula próximo da grande área e acabou sofrendo falta de William, que recebeu o primeiro cartão amarelo do jogo. Com o grito de “Vamos ganhar, Vasco!” vindo das arquibancadas, quem responde é o Avaí, se aproximando da pequena área, sem aproveitar o posse de bola.

Aos 42 minutos, bem marcado, Diego Souza conseguiu escanteio. Felipe cobrou e a bola sobrou para o Avaí. Em seguida, o meia buscou alguém do Vasco na pequena área, mas a zaga catarinense afastou do perigo. Faltando um minuto para terminar o primeiro tempo, Julinho procurou um escanteio para o Avaí, cobrado por Marquinhos, que só não marcou por ter sido parado pelo Anderson Martins.

Gols saem no segundo tempo com o Vasco melhor dentro de campo

O segundo tempo começou com Felipe entregando a bola nos pés de Éder Luís. Em seguida, Ramon caiu na grande área, pedindo pênalti, e o árbitro mandou seguir. O maestro mostrou que queria sair vitorioso no jogo de ida e avançou por diversas vezes logo no começo do tempo final. Diego Souza esteve apático durante todo o jogo, errando demais. No entanto, com oito minutos, o meia deu um chute que assustou o goleiro Renan e animou a torcida. Enquanto isso, a torcida pedia Bernardo e Elton. O Avaí recomeçou atacando pouco e defendendo mais. Aos 10 minutos, o Avaí tentou chegar na esquerda com Julinho, dribla dois adversários e chuta forte dentro da área, mas a bola bate em Dedé. Éder Luís chegou perto de marcar aos 17 minutos, com contra-ataque de Felipe, fazendo com que Renan se desdobrasse para defender.

Com 19 minutos, os catarinenses quase marcaram com Marquinhos Gabriel, em cruzamento de Julinho, mas Dedé se postou na frente e não deixou o Avaí abrir o placar. Um minuto depois, Elton teve a primeira chance no jogo, substituindo Alecsandro, com bola de Diego Souza, em jogada espetacular na pequena área, desperdiçou na cara do gol, mandando para fora. O jogo começou a ser mais objetivo e os dois lados pressionando. Aos 22, Fernando Prass fez excelente defesa de William, cabeceando para marcar o gol do Avaí. Quase aos 30, Alan chutou e Renan defendeu, Ramon pegou o rebote e a bola saiu pela linha de fundo.

Com 35 minutos, o Avaí abre o placar com Julinho, que se destacou em toda a partida. Acleisson mandou para o lateral que invadiu a área, cortando para o outro lado e chutou, marcando o primeiro gol da partida. O Vasco tentou responder depois de um minuto, mas Elton acabou chutando na zaga catarinense. Dois minutos depois, o Cruzmaltino, nervoso, reclama de outro pênalti em Ramon, que se chocou com o goleiro Renan, e de novo o juiz mandou seguir. Elton recebeu bola de Fellipe Bastos que teve a chance defendida por Renan, mas o atacante já estava irregular no campo. Os cariocas tiveram oportunidade com três minutos de prorrogação em um pênalti de Gustavo Bastos e Elton. Diego Souza cobrou e marcou para o Vasco, empatando e finalizando a partida.

VASCO X AVAÍ

Local: São Januário (RJ)
Data: 18/05/2011
Horário: 21h50

Árbitro: Wilson Luiz Seneme.
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Guilherme Dias Camilo.

Cartões amarelos: William e Gustavo Bastos (AVA)

Vasco: Fernando Prass, Allan, Dedé, Anderson Martins e Marcio Careca (Ramon); Jumar, Felipe Bastos, Felipe e Diego Souza; Eder Luis (Bernardo) e Alecsandro (Elton). Técnico: Ricardo Gomes

Avaí: Renan; Revson, Bruno e Gustavo Bastos; Felipe, Marcinho Guerreiro, Acleisson, Marquinhos  e Romano; William e Rafael Coelho (Julinho). Técnico: Silas


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21