banner
publicidade
publicidade

Corpo de bebê que caiu do carro será exumado na Bahia

Corpo de bebê que caiu do carro será exumado na Bahia

Corpo de bebê que caiu do carro será exumado na Bahia

Foto: TV Santa Cruz

O caso do bebê de nove meses que morreu após, supostamente, cair de um carro em movimento, em uma estrada do município do Prado, na Bahia, está sendo investigado pelo delegado Júlio César Telles. Segundo ele, a Justiça do município aceitou o pedido de exumação do corpo da vítima, que passará por nova perícia para descobrir a verdadeira causa da morte. O delegado suspeita que a criança tenha sido agredida pelos pais.

Em entrevista ao G1  na manhã desta quinta-feira (10), o delegado informou que estava se dirigindo ao Departamente de Polícia Técnica (DPT), onde será marcada a data para a exumação. “O pedido foi feito à Justiça de Prado, que aceitou a solicitação. O próximo passo é acertar com DPT uma data em que os peritos possam participar do processo”, disse.

Além da data para a exumação, Telles afirmou que será definida uma data para que seja feita a reconstituição do caso. Para a polícia, a versão dos pais é contraditória e a suspeita é de que a criança tenha sido vítima de agressão do casal. Desde a última quarta-feira (9), os pais do bebê estão presos na delegacia de Teixeira de Freitas. A prisão é de caráter temporário e pode durar até 30 dias, prorrogáveis por mais 30.

O delegado explicou que o casal só será interrogado novamente após a reconstituição dos fatos. “Vamos simular o que foi dito na primeira versão, para, então, confrontar a história contada com o que seria ou não possível de acontecer. Só então eles (pais) vão prestar depoimento outra vez”, explicou.

Histórico de agressões

Segundo a polícia, em agosto deste ano, o bebê já havia sido vítima de agressão e o caso foi registrado na cidade de São Félix do Coribe, no oeste da Bahia. “Não sei o que aconteceu por lá. Os policiais da cidade me procuraram ao saber da morte da criança e disseram que já havia registro na delegacia de agressão contra esse bebê. O que foi relatado é que no dia 28 de agosto, quando a criança tinha sete meses, ela teria sido arremessada pelo pai contra a mãe. A mãe foi ouvida e contou uma versão sem saber o que tinha acontecido com o bebê, depois ela voltou na delegacia e disse que o marido jogou a criança nela”, esclareceu o delegado.

Versão dos pais

Após o suposto acidente, o pai contou à polícia que o bebê estava no banco detrás, na cadeirinha, mas sem o cinto de segurança, quando o veículo trepidou, a porta abriu e a criança foi arremeçada para a pista.

A criança foi levada pelos pais até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município do Prado, na Bahia, mas já chegou ao local sem vida. O corpo do bebê foi enterrado na manhã do dia 31 de outubro, no Cemitério Municipal de Itamaraju.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21