banner
publicidade
publicidade

De Teixeira Para o Mundo

De Teixeira Para o Mundo

Com apenas 16 anos, aluno do Orquestrando Futuros Washington Couto constrói uma trajetória sólida e de destaque no universo musical Erudito

Foram 31 concorrentes para 4 vagas para viola, mais de 7 pessoas do Brasil inteiro disputando uma vaga no naipe de violas da orquestra que depois da OSESP é a mais importante do estado de São Paulo. “A gente entrava na sala de aquecimento e esperava ser chamado, tinha uma banca com 5 pessoas, não tinha como não tremer de medo, os melhores do Brasil estavam lá, como o Cláudio Cruz!”, comentou Washington. ..“eu respirei fundo e pensei na minha família, nos meu amigos do projeto, na minha cidade, eu precisava tocar bem por todos de Teixeira…”, completou com um sorriso de menino.

No ultimo dia 23 de fevereiro, Washington enfrentou uma viagem de ônibus de Teixeira de Freitas até São Paulo para participar da prova de seleção da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo. Para muitos uma utopia, para outros um sonho quase impossível. Mas para o adolescente do bairro Ulisses Guimarães que um dia também sonhou em ser jogador de futebol, os conhecimentos recebidos no Orquestrando Futuros e nos máster class que o projeto proporcionou para ele somados a sua determinação e vontade de vencer, seriam o diferencial para conseguir o que para muitos era impossível. “eu passei cada segundo da viagem dentro do ônibus pensando em tudo que me ensinaram. Como tinha que entrar, como tinha que tocar, a posição da mão, do arco, ate as caretas!!!” frisou o jovem violista.

Filho único, Washington sempre estudou em escola pública, e um dia ele teve uma oportunidade e abraçou com toda força. “Quando o maestro Orley Silva conversou comigo e me apresentou o universo da música erudita, ele me disse que mudaria o rumo da minha vida, que abriria portas e eu teria outras possibilidades que eu nem imaginava, e nem imaginava mesmo!” explicou Washington, que além da Jovem de São Paulo, vai participar da Orquestra das Américas com concertos fora do Brasil concertos que já fazem parte da sua agenda de 2017.

O Êxito do Teixeirense que sorri sempre, menos quando confundem seu instrumento  (Viola de arco, da Família dos Violino) com uma viola caipira, é fruto de sua dedicação e estudo. Segundo sua mãe, dona Rita, costureira casada com seu Juscelino (o Juscelino dos Remédios), Washigton estuda sua Viola o tempo todo, só deixa pra fazer as tarefas da escola ou para ir para o Orquestrando Futuros. “Ele colocou isso como meta e sempre dizia que tinha que aproveitar as oportunidades”. Dona Rita conta que um dia ele ficou até de madrugada estudando porque tirou nota baixa na escola e o maestro Orley falou pra ele que se ele ficasse com nota ruim não iria mais participar das aulas.

O amor pela música, conforme Washington, é o fator que mais tem influenciado sua trajetória, seguido pela dedicação ao estudo e pela convicção em relação à missão humanista que aprendeu com seus pais e com a equipe do Orquestrando Futuros. Agora Washington deixa Teixeira de Freitas e irá morar em São Paulo, até terminar o Ensino Médio. Neste meio tempo analisa algumas propostas de estudo e convites para atuar fora do Brasil. “Teixeira é minha terra. Minha família e o Orquestrando Futuros que também faz parte da minha família, estão aqui. Um dia quero poder voltar e devolver tudo o que essa cidade me deu. Quero fazer algo por ela e pelas crianças daqui. Dar uma oportunidade assim como eu tive.”

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21