banner
publicidade
publicidade

Dilma e Wagner assinam retomada do metrô e asseguram expansão até Cajazeiras com liberação de mais R$ 700 milhões para obras

Dilma e Wagner assinam retomada do metrô e asseguram expansão até Cajazeiras com liberação de mais R$ 700 milhões para obras

 

A extensão do sistema metroviário de Salvador até o bairro de Cajazeiras e a liberação de mais R$ 700 milhões para as obras, que a presidente Dilma Rousseff anuncia nesta terça-feira (15), na capital baiana, estão entre os destaques do programa de rádio Conversa com o Governador desta semana. Jaques Wagner enfatiza que “o metrô a gente está colocando nos trilhos e creio que a gente vai colocar nos trilhos também a mobilidade, sempre na parceria com a prefeitura da cidade”.

Ele diz ainda que na segunda (14) inspecionou a Via Expressa Baía de Todos-os Santos em companhia do ministro dos Transportes, César Borges, e fala sobre o contrato de concessão do Sistema Metroviário Salvador e Lauro de Freitas, a ser assinado com a Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR), nesta terça, durante evento com a presença de Dilma.

O governador também informa que a presidente irá ao município de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, para entrega de 1.740 novas moradias do programa Minha Casa, Minha Vida, um investimento de R$ 97 milhões. Ele fala ainda que, ao voltar a Salvador, viaja para a Alemanha de onde retorna na próxima sexta (18). “É uma viagem muito corrida, mas espero garantir mais investimento de indústrias alemãs e mais geração de emprego [na Bahia]”.

 

Mobilidade urbana – Ao internauta Roger de Souza, que perguntou sobre o metrô em sua página no Facebook (JaquesWagnerOficial), o governador responde que, entre julho e agosto do próximo ano, estará funcionado o trecho até o Retiro. “Creio que em dezembro de 2014, janeiro de 2015, a gente tenha o trecho até Pirajá”.

Os investimentos no sistema metroviário, como informa Wagner, “chegarão perto de R$ 4 bilhões, para oferecer à terceira maior capital do país um transporte público à altura, que possa dar mais conforto, mais rapidez para chegar ao trabalho e mais tranquilidade às pessoas”.

Ele também ressalta intervenções como as obras do viaduto Imbuí-Narandiba, a Avenida Pinto de Aguiar e o trecho entre o Alto do Cabrito e Pirajá, que vão ser fundamentais “para nosso povo da Avenida Suburbana”. O governador cita ainda iniciativas no Subúrbio Ferroviário de Salvador, a exemplo da extensão da linha Calçada-Paripe até a área do Comércio, “não como trem, evidentemente, mas como Veículo Leve Sobre Trilho [VLT]”.

 

Via Expressa – Outro assunto no programa de rádio desta semana é a Via Expressa. Wagner explica que se trata de uma obra muito difícil por envolver intervenções em ruas, avenidas e viadutos em trecho antigo da cidade. “Foram 653 desapropriações, das quais 440 habitacionais e outras 213 na área comercial”. São três túneis, sendo um para caminhões e carretas que vêm pela BR-324, que vão entrar direto na Via Expressa e alcançar o porto, ocorrendo o mesmo no sentido inverso.

O governo explica que as carretas, “quando saírem do porto, entram na Via Expressa e seguem direto parao Acesso Norte, alcançando a BR-324. Não tenho dúvida que vai aliviar o [trânsito] no Iguatemi. Quem vem do Comércio e quer ir, por exemplo, para a [Avenida] Paralela, pode entrar na Via Expressa, sair no Acesso Norte, pegar a Avenida Luiz Eduardo Magalhães e aí já está na Paralela. Estamos praticamente criando um novo caminho, tirando do ‘olho do furacão’ – que eu diria que é [a área] do Iguatemi”.

Jaques Wagner afirma ainda não ter dúvida “que essa obra se compara à da Avenida Paralela, feita há praticamente 40 anos, do ponto de vista do significado para o trânsito de Salvador. Não só para carga pesada, mas também para carros pequenos”.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21