banner
publicidade
publicidade

DOCENTES DE UNIVERSIDADES ESTADUAIS CONTESTAM LISTA DA SAEB

Professores ouvidos por A Tarde que tiveram o nome divulgado em lista da Secretaria Estadual da Administração (Saeb) com 164 docentes suspeitos de ter outro vínculo empregatício, apesar de trabalharem em  dedicação exclusiva (DE) em universidades estaduais, afirmaram que pretendem recorrer à Justiça.
Eles alegam que tiveram o nome “exposto” e que a Corregedoria Geral da Saeb divulgou os casos antes mesmo de ouvi-los. Segundo a Corregedoria Geral da Saeb, foram encontrados “indícios de irregularidades”, com acúmulo “ilegal” de atividades remuneradas.
“A Saeb agiu de forma equivocada. Ao invés de nos chamar primeiro, agiu de forma equivocada. Preferiu chamar a atenção da mídia. Vou cobrar dano moral na Justiça”, disse o professor da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) Luiz Adolfo de Andrade.
Segundo Andrade, ele tinha um vínculo contratual com outra instituição de ensino superior como pesquisador visitante até agosto de 2014. “Minha publicação como DE saiu em dezembro do ano passado. Meu vínculo contratual já havia encerrado. A instituição que não deu baixa no INSS”, acrescentou o professor, coordenador do curso de jornalismo.
Andrade disse ainda que, apesar de ter encerrado o contrato, ele continuou aguardando defesa do trabalho de conclusão de curso de alguns estudantes que


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21