banner
publicidade
publicidade

ECONOMISTAS APOSTAM EM RETOMADA


Durante evento promovido pela Câmara de Comércio França-Brasil, alguns economistas externaram opiniões de que apostam numa aceleração da atividade econômica brasileira no segundo semestre, o que também permitirá uma dinâmica mais positiva em 2013, por causa do carregamento estatístico.

Octávio de Barros, diretor do Departamento de Pesquisa e Análise Macroeconômica do Bradesco, disse que o “carry over” para 2013 deve ser de, no minímo, 2%, o que permitirá avanço de 4% do Produto Interno Bruto (PIB) no próximo ano. Ainda assim, a aceleração da atividade não tornará possível avanço superior a 2,1% do PIB neste ano.

“Nós subestimamos o impacto da crise do setor industrial, que é uma crise global e afeta até mesmo a China, com a contração do mercado europeu, no conjunto da economia. A desaceleração do investimento tem muito a ver com isso”, disse Octávio de Barros.

Vladimir Caramaschi, economista-chefe do Crédit Agricole, projeta que a economia brasileira irá crescer, em média, 1,7% por trimestre na segunda metade do ano, mas sem grande retomada da indústria. Para ele, o consumo das famílias, em larga medida, ficará a cargo da aceleração da atividade. Já Marcelo Carvalho, economista-chefe do BNP Paribas, prevê que 2012 será um espelho do ano passado, com início fraco e desempenho mais favorável da economia a partir da segunda metade do ano


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21