banner
publicidade
publicidade

Eduardo Bolsonaro e Magno Malta lideram na web entre políticos evangélicos

Eduardo Bolsonaro e Magno Malta lideram na web entre políticos evangélicos

Igreja Batista e Assembleia de Deus são as mais influentes

Universal tem desempenho discreto em levantamento

Conheça o ranking de políticos evangélicos nas redes sociais

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) e o senador Magno Malta (PR-ES)Lucio Bernardo Jr.- Câmara dos Deputados/Moreira Mariz-Agência Senado


24.ago.2017 (quinta-feira) – 6h05
atualizado: 24.ago.2017 (quinta-feira) – 14h45

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) e o senador Magno Malta (PR-ES) são os políticos evangélicos mais influentes das redes sociais no país. A constatação é da FSBinfluênciaCongresso –Parlamentares Evangélicos, que monitorou publicações de 80 congressistas declaradamente evangélicos de 2 de fevereiro (início do ano legislativo) até a última 3ª feira (22.ago).

Tanto o deputado quanto o senador são ligados à Igreja Batista. Eles são seguidos pelo deputado Fernando Francischini (SD-PR), fiel à Assembleia de Deus.

Aliás, caso formasse uma bancada no Congresso, a Igreja Batista seria a corrente evangélica mais influente nas redes sociais. Levando em conta o número de seguidores, o alcance, a frequência de posts e o engajamento dos congressistas ligados à instituição, a Igreja Batista atingiu uma nota 84,7 pontos, em uma escala que vai de 0 a 100.

A Assembleia de Deus é a 2ª corrente mais influente, de acordo com a pesquisa. Os “assembleianos” –como se autodenominam– alcançaram 43,9 pontos (pouco mais da metade do índice alcançado pelos batistas). Em seguida, aparecem a Igreja Luterana (28,4 pontos) e a Presbiteriana (17,9 pontos).

igrejas

A Igreja Universal (do bispo Edir Macedo), tem resultado discreto. O congressista ligado à instituição mais influente nas redes é o deputado Antônio Bulhões (PRB-SP). Ele ocupa apenas a 15ª posição no ranking.

Em seguida, aparecem o deputado Ronaldo Martins (PRB-CE) em 16º e o senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) em 20º. Lopes ocupou o lugar deixado pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB) depois das eleições de 2016.

Bulhões é também o mais bem colocado no PRB, partido que, apesar de ser dono da maior bancada evangélica (15 deputados e 1 senador), não figura bem no ranking de influência.

O PSC emplaca 4 de seus 8 congressistas evangélicos entre os 10 mais influentes nas redes. Além de Eduardo Bolsonaro, os deputados Irmão Lázaro (BA), Pastor Marco Feliciano (SP) e Professor Victório Galli (MT).

Entre os 20 políticos evangélicos mais influentes nas redes sociais, apenas o deputado Cabo Daciolo (PTdoB-RJ) declara-se “independente”, não seguindo nenhuma igreja específica.

Eis os 20 congressistas mais influentes nas redes sociais:

evangelicos

O presidente da bancada evangélica na Câmara, Hidekazu Takayama (PSC-PR), aparece apenas em 73º lugar no levantamento. Acesse a lista completa.

Segundo o estudo, os 80 congressistas evangélicos publicaram no Facebook e no Twitter 14.519 conteúdos diferentes entre 2 fevereiro e 22 de agosto. Eles conseguiram a marca de 6,2 milhões de interações nas redes.

Autores


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21