banner
publicidade
publicidade

Entidades executoras de ATER participam de oficina de nivelamento em Salvador

Entidades executoras de ATER participam de oficina de nivelamento em Salvador

Representantes das instituições sociais selecionadas nas chamadas públicas da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), para prestação de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), a mais de 40 mil famílias de agricultores familiares, participam nesta terça (12) e quarta-feira (13), no Centro de Treinamento da SDR, em Salvador, da oficina para nivelamento metodológico das atividades e execução dos contratos.

As 33 instituições selecionadas irão executar serviços de assistência técnica e extensão rural para a promoção da sustentabilidade das unidades produtivas familiares e para povos e comunidades tradicionais na agricultura familiar do estado da Bahia. O valor total dos serviços somam R$ 147,3 milhões e vão garantir assistência técnica pelos próximos três anos, de forma continuada e gratuita para os agricultores familiares. As atividades têm início no próximo dia 1º de fevereiro.

O superintendente da Bahiater, Ivan Fontes, explica que assistência técnica e extensão rural vivem um novo momento no estado, com duas vertentes de atuação: por meio de chamadas públicas ou com a oferta direta através do corpo técnico da superintendência.  “A Ater não pode ser entendida apenas como uma intervenção metodológica. Temos que ter meta e ampliar a eficácia desses serviços. Transformar a vida dos agricultores familiares atendidos, permitindo o acesso deles a outras políticas públicas complementares”.

Para o secretário da SDR Jerônimo Rodrigues, o novo modelo da gestão de Ater deverá ser aprimorado com a consolidação de um amplo sistema de Ater estadual.  “Precisamos fortalecer parcerias como os colegiados territoriais, consórcios, prefeituras, entidades sociais e sindicais, e construir um planejamento com ações organizadas, reduzindo esforços. Dessa forma, iremos fazer uma ação de resultado, com os benefícios a exemplo da Ater, do crédito, da agroindústria e da comercialização, chegando a um maior número de agricultores familiares”.

Célia Firmo, coordenadora do Fórum Baiano de Agricultura Familiar, destacou a importância da articulação do Estado com a sociedade civil. “A Bahia faz história como esse novo formato de Ater”. Ela destacou que as entidades selecionadas têm vasta experiência na execução de Ater. “Queremos primar pela qualidade desse serviço e buscar a interação entre as organizações, com ações conjuntas, promovendo o intercâmbio entre as equipes das entidades e também as famílias assistidas. Vamos trabalhar para fortalecer a agricultura familiar no estado”.

Participaram também do evento, a secretária estadual de Política para Mulheres, Olívia Santana, o diretor nacional da Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários (Unisol), Arildo Mota, o deputado federal Afonso Florence e o representante da secretaria estadual de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Ailton Ferreira.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21