banner
publicidade
publicidade

Espanha vence Itália e é bi da Eurocopa

Soberana! A Espanha conquistou pela segunda vez consecutiva a Eurocopa numa atuação em que reafirmou sua superioridade no atual futebol mundial. Com um futebol ora voltado para a posse de bola, ora para a eficiência, a Fúria venceu a Itália por 4 a 0 e provou que não tem adversários atualmente em seu continente.

Eficiente, Espanha abre boa vantagem

A Espanha iniciou o jogo tocando a bola como de costume, esperando uma falha italiana. Sem preciptar as jogadas, o time mostrava não sentir o peso de disputar a decisão da Eurocopa. Aos dez minutos, Xavi tabelou com Iniesta e chutou com força bola que passou assustando Buffon. Dois minutos depois, a Fúria abriu o placar. Iniesta acionou Fabregas que entrava em profundidade e cruzou para David Silva cabecear no ângulo, sem chances para o goleiro italiano.

Todavia, quem esperava que o gol espanhol fosse abater os italianos se enganou. Obrigada a sair para o jogo, a Itália conseguiu dividir a posse de bola e embora não criasse oportunidades, assumiu o controle do duelo e inclusive ter o predomínio da posse de bola.

Com um estilo de jogo bem próximo ao futebol clássico de sua adversária, os espanhóis marcavam com eficiência a saída de bola e não conferiam espaços para jogadas em profundidade. Dessa maneira, quando conseguia chegar com perigo, a Itália o fazia com chutes de fora da área, principalmente com Cassano.

Entretanto, o futebol espanhol amadureceu e também atingiu a primazia da eficiência. Aos 40 minutos, quando parecia que a Itália estava mais próxima de empatar, Fabregas teve um raro espaço para enxergar Jordi Alba se deslocando com velocidade entre os zagueiros. O meia assistiu o atleta com perfeição que chutou e ampliou. O dois a zero no intervalo colocava a Espanha perto de vencer mais um campeonato.

Itália fica com dez em campo, Espanha administra e é campeã

O segundo tempo iniciou com um lance controverso. Fabregas fez boa jogada e cruzou para Sergio Ramos que cabeceou bola que foi interceptada com o braço de Bonucci, mas o juiz nada marcou.

Com a obrigação de sair para o jogo, a Itália teve grande oportunidade aos seis. Di Natale recebeu livre na área e chutou em cima de Casilas, perdendo a melhor chance de sua seleção até então.

A partida esfriou e a Espanha, com dez jogadores atuando atrás da linha da bola dificultava a criatividade do adversário. As chance de virada ficou ainda mais difícil para a Itália quando Thiago Motta sentiu problema na coxa. Como o treinador italiano já havia efetuado três substituições, a equipe ficou com um jogador a menos em campo. O título paracia cada vez mais espanhol.

Com a maioria de jogadores ficou fácil para a Espanha administrar o duelo, colocar em prática seu futebol de toque de bola e garantir a vitória. Com tanta facilidade, Fernando Torres aumentou o marcador aos 39 e Juan Mata fechou a goleada aos 44. O 4 a 0 no placar não deixa margem para dúvidas. A Europa tem dona e ela veste vermelh


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21