banner
publicidade
publicidade

Esperar as promessas de Deus com alegria

Esperar as promessas de  Deus com alegria

I leitura: Sof. 3,14-18 / Salmo: Is 12, 2-6 / Evangelho: Lc 1, 39-56.


Nesta segunda-feira, a Igreja contempla a Visitação de Nossa Senhora a sua prima Isabel, a saudação de Maria é fonte de alegria. Apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio: e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe do meu Senhor?” (Lc 1, 41-43). É por isso que amamos Maria, simplesmente por ser a mãe do nosso Senhor, nós católicos não adoramos imagens e tampouco adoramos Maria, nós a amamos porque foi a escolhida de Deus, nós católicos buscamos o céu e pregamos Jesus Vivo e Ressuscitado, de Maria aprendemos a humildade, a solidariedade e a prontidão em servir. “Amai-vos mutuamente com afeição terna e fraternal. Adiantai-vos em honrar uns aos outros” (Rom 12,10).

A leitura da Profecia de Sofonias nos leva uma reflexão: Deus tem projetos e promessas para nós, não somos frutos do acaso. Mas os projetos de Deus não são para quem está despreparado, é preciso esperar as promessas do Senhor com alegria, está atento ao tempo oportuno, com fé, esperança e oração. Você tem preparado sua vida? A  sua família? Como você tem se preparado? “Solta gritos de alegria, filha de Sião! Solta gritos de júbilo, ó Israel! Alegra-te e rejubila-te de todo o teu coração, filha de Jerusalém!” (Sof 3, 14). Quando nós esperamos as promessas de Deus, nós precisamos esperar com o coração alegre, mesmo que você esteja passando por momentos difícieis, mesmo que esteja tendo problemas no matrimônio, na empresa ou com os filhos. A fé nos propicia a ter esperança, e a esperança é que nos faz alegrar mesmo diante das dificuldades. Para receber alegria é preciso levar alegria “ Sede alegres na esperança, pacientes na tribulação e perseverantes na oração” (Rom 12,12). Precisamos crer e esperar que as promessas de Deus se cumpram em nossa vida.  A esperança nos direciona na busca de algo que ainda não aconteceu, mas que acreditamos que vamos alcançar e essa confiança parte da fé. Ter fé é viver um tempo kairós, ou seja, tempo da graça, é o tempo oportuno, quando encontramos Deus que passa em nossa vida. É tempo de confiar, é tempo de libertação, de esperança, de perseverança, é tempo de oração. A oração é o meio de comunhão com Deus e essa comunhão te dá coragem para seguir, te possibilita ajudar o outro.

Deus quer usar de você para transformar a sua casa, o seu esposo (a), seus filhos, seus funcionários. Deus te capacita para fazer acontecer através da sua vida, com as suas atitudes, a conversão dos seus. É com a nossa vida que podemos proclamar: O Senhor nosso Deus está no meio de nós e sustenta a nossa vida, os nossos passos. Grita de alegria Sião, grita de alegria, Teixeira de Freitas, grita de alegria Maria, Antônia, José, porque as promessas do Senhor sempre hão de se cumprir.

Exortação feita pelo Pe. Alexandre Junior Simões de Souza
Texto de Gidalva Pardim

Fonte: site Paróquia Nossa Senhora das Graças – Teixeira de Freitas – Ba
ACESSE O SITE : WWW.RAINHADASGRAÇAS.COM.BR


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21