banner
publicidade
publicidade

Espinhas: entenda porque surgem

Espinhas: entenda porque surgem na adolescência e como evitá-las

A dermatologista Alessandra Nogueira dá dicas de como evitar e tratar a acne

Comum dos 14 aos 20 anos, a espinha (acne) é um problema, que, quando inflamada, estraga a pele principalmente do rosto, peito e costas, podendo deixar marcas e cicatrizes. Se você passa por esse incômodo, não se desespere! O surgimento dos cravos e espinhas na adolescência tem explicação e tratamento.

A dermatologista Alessandra Nogueira explica que a acne surge quando há obstrução do folículo piloso, o poro. “Na adolescência, acontece a produção dos hormônios ligados à atividade sexual, que aumentam a oleosidade da pele e fecham os poros. Como o sebo não consegue sair, ocorre a formação dos cravos. Quando a película que cobre os cravos se rompe, as bactérias que vivem na pele podem provocar uma inflamação e aí surgem as espinhas”, diz.

A bactéria é a P.Acne (Propionibacterium Acne). “Todo mundo tem essa bactéria na pele e ela não gosta de oxigênio. Então quando o poro está fechado pela oleosidade há um ambiente ótimo para acontecer a inflamação”, esclarece Dra. Alessandra.

Além da oleosidade provocada pelos hormônios da adolescência, a médica também explica que a genética provoca as espinhas. “Muitas pessoas têm tendência para ter acne e quando isso acontece não tem como evitar, somente tratar e diminuir um pouco”.

Como tratar?
Manter a pele limpa é o primeiro passo para controlar a oleosidade. Lave o rosto e use sabonete comum. A Dra. Alessandra dá a dica de que usar sabonete próprio, o anti-acne, resseca a pele e, assim, o seu organismo pode entender que está mais seca e produzir mais óleo.

A limpeza não está dando certo e as espinhas estão piorando? Procure um dermatologista, que vai te indicar o tratamento mais adequado, de acordo com o seu tipo de pele. O médico pode te passar medicamentos tópicos, que podem ser pomadas para passar na lesão, ou orais, que você toma para diminuir a inflamação.

Comer chocolate piora? A dermatologista Alessandra Nogueira afirma que não há provas científicas de que a alimentação provoca a acne. “Não há nada comprovado, mas se você perceber que há uma piora, procure evitar o chocolate ou qualquer outro alimento”, explica Alessandra.

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21