banner
publicidade
publicidade

Esportes:Sucesso o teste físico de árbitros de Eunápolis

Estádio Municipal: obra mais uma vez é paralisada

Teixeira de Freitas – A obra de reconstrução do estádio municipal de Teixeira de Freitas foi novamente paralisada, para aumentar a indignação dos desportistas, atletas, dirigentes de clubes e, principalmente, do presidente da Liga de Futebol de Teixeira de Freitas (LFTF), Benedito Silvino (Bil Torneiro), que já está no seu segundo mandato, impossibilitado de realizar campeonatos por falta de um espaço adequado, um ambiente com total segurança para atletas, dirigentes de clubes, torcedores e para a própria LFTF. O presidente, cansado com a situação de descaso, se propôs, com recursos próprios, fazer as alterações no estatuto da Liga, além de arcar com todas as despesas em relação a documentações para colocar a entidade 100% legalizada.

As obras de reconstrução do estádio municipal, paralisadas outras vezes, foram retomadas no final do ano passado, quando as expectativas foram as melhores possíveis, porque a empresa que é responsável, neste momento, pela obra deixou os diretores da LFTF bem animados. A empresa que está realizando a reconstrução afirmou, na época, que o estádio municipal seria entregue no final de janeiro de 2012. Com base nisso, iniciaram-se os contatos com o presidente da Liga e diretoria para assegurar a vaga de suas equipes no Campeonato Municipal da Primeira e Segunda Divisão. O presidente da Liga, Bil Torneiro, então, se reuniu com sua diretoria e em seguida marcou uma reunião com os clubes e, posteriormente, com o atual secretário de Esportes, Gilson Teixeira, e com o diretor de Esportes Cláudio Pereira. A Liga de Futebol entregou um orçamento para a realização das duas competições. Quase 3 meses depois, a diretoria da liga se reuniu mais uma vez na Secretaria de Esportes local para ouvir que o prefeito não se pronunciou.

Na última reunião, estiveram presentes o atual presidente da Liga, Benedito Silvino, o vice-presidente, Liomar Mota, o diretor de arbitragem, Crisnaldo Lacerda e o diretor de esportes da Liga, Ailton Barbosa, que cobraram explicações do atual secretário de Esportes sobre o que estaria acontecendo para explicar mais uma paralisação da obra do estádio municipal. O secretário afirmou que tudo foi feito da forma mais transparente possível, porém, há alguém do meio político que pode estar travando a liberação da verba, no entanto, nenhum nome foi mencionado. A explicação é que a construtora FFR Construções já investiu mais de R$ 180.000,00 com recursos próprios, pois nem a Prefeitura Municipal e nem a Sudesb depositaram um centavo na conta de Fábio Borges, responsável pela obra, ou da FFR Construções, o que fez com que a construtora paralisasse mais uma vez a reconstrução do estádio municipal. A construtora, depois do dia 30/01 retirou todos as pessoas que estavam trabalhando na obra do estádio, apenas mantendo, com recursos próprios, 4 guardas, que se revezam dia e noite para que não haja depredação da obra. Segundo Fábio Borges, da FFR Construções, caso os recursos já estivessem liberados, o estádio estaria pronto em 30 dias, já que tudo que está faltando para a conclusão do estádio já está com o orçamento pronto. A nossa reportagem entrou em contato com a empresa FFR Construções e o Fábio nos informou que é impossível continuar a obra do estádio sem que haja verba necessária para o pagamento dos trabalhadores, os quais têm famílias e precisam cumprir com suas obrigações do dia a dia.

A Liga, mesmo perante tais fatos, se propôs a realizar o Campeonato Municipal da Primeira e Segunda Divisão no campo do Tancredo Neves neste ano de 2012.

Programa “Bem Receber Copa” chega ao Prado em 2012

Uma parceria entre a Prefeitura do Prado, através da Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura, Aprophe, Senac e Ministério do Turismo está trazendo para a cidade – ainda este ano – o programa de qualificação profissional “Bem Receber copa”.

O “Bem Receber Copa” é um programa de qualificação profissional do Ministério do Turismo que tem como objetivo possibilitar que o setor de turismo atinja padrões internacionais de qualidade nos serviços turísticos, com foco em pessoas, empresas e destinos.

No Prado, serão oferecidos cursos gratuitos de recepcionista, camareiro, cozinheiro e garçom. De forma inédita, também serão oferecidos os cursos de guia de turismo para taxistas e mototaxistas, além de cursos de inglês e espanhol visando à recepção de turistas que visitarão o país durante a copa de 2014. Cada curso precisa, no mínimo, de 16 participantes.

O objetivo do Programa “Bem Receber Copa” é qualificar, até 2013, por meio de soluções presenciais e a distância, 306 mil profissionais que atendam na linha de frente ao turista.

“Esses cursos são uma excelente oportunidade de capacitação para jovens e adultos que podem passar a vislumbrar um novo emprego, principalmente, por ter a nossa cidade uma economia voltada para o turismo. Precisamos convocar a todos para participarem”, afirmou o prefeito Jonga Amaral sobre a iniciativa.

A cidade do Prado continua na disputa para ser escolhida entre as 18 cidades da Copa do Mundo do Estado da Bahia. Para isso, é necessário profissionalizar os agentes do setor para receber pessoas de todo o mundo esportivo e turístico. A chegada dos cursos a cidade valida a busca da Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura do Prado para sediar importante ação profissionalizante.

Para o secretário Carlo Casarsa, a chegada dos cursos “é uma oportunidade fantástica para Prado se colocar como cidade internacional no mundo turístico”.

Também participam da iniciativa a secretária da Aprophe, Taysa Santos, a supervisora pedagógica do Senac/Salvador, Camila Loiola, e a responsável pelo Senac no Sul da Bahia, Beatriz Aguida. Por Anderson de Almeida da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Prado.

O símbolo da Copa.
O símbolo da Copa.


Itabatã estreia com vitória no Campeonato Norte Capixaba

Itabatã – A Delegação de Futsal de Itabatã estreou no Campeonato Norte Capixaba de Futsal na última segunda-feira, 30 de janeiro, e já fez bonito. Venceu o time da casa, o Mecânica Canal, por2 a 1. Os torneios estão acontecendo no Ginásio Poliesportivo de Pedro Canário, estado do Espírito Santo, desde o último dia 18.

Com gols de Elias e Jhanes, e com o bom desempenho do goleiro Erick, a delegação de Itabatã saiu do Estado vizinho com o sentimento de dever cumprido. O diretor municipal de Esporte de Mucuri, Cleuber Rios, acompanhou de perto a atuação do time. Parte dos gastos de participação será custeada pela Prefeitura de Mucuri. “A Prefeitura está contribuindo com esses meninos e, como a gente vê, não foiem vão. Temosgrandes chances de chegar à final”, afirma.

De Mucuri, participam ainda as delegações da sede do município – que perdeu de3 a1 do Águia, de Pedro Canário, em sua estreia – e do povoado de 31 de Março. Este último venceu a delegação de Montanha por5 a3 no primeiro jogo de sua chapa.

Participam, ainda, do Campeonato, os times Papelaria Grafite (Pedro Canário), Conceição da Barra, São Mateus e Pinheiros, todos do Espírito Santo.

Cleuber Rios adianta que “a Prefeitura de Mucuri está desenvolvendo vários projetos na área esportiva. Em breve, o município de Mucuri terá boas notícias”. Por Sulbahianews

Ficha técnica do jogo

Quem fez gol

Jhanes e Elias

Quem participa

As delegações de Mucuri-Sede, Itabatã e 31 de Março

Os resultados

Mucuri 1 x 3 Águia (Pedro Canário/ES)

31 de Março 5 x 3 Montanha/ES

Itabatã 2 x 1 Mecânica Canal (Pedro Canário/ES)

Próximos jogos

Quarta (08/02) – Itabatã x Montanha

 Sucesso o teste físico de árbitros de Eunápolis

Eunápolis – Muitos podem até mesmo não acreditar, mas Eunápolis possui o melhor quadro de arbitragem do sul e extremo sul da Bahia. Sempre se destacando na região, os árbitros eunapolitanos mais uma vez demonstraram o porquê de serem considerados os melhores. Eles se uniram junto a Liga de Futebol de Eunápolis e Associação de Árbitros (Asare), no último domingo (29), e realizaram o primeiro teste físico na história do município no Estádio Municipal José Araújo de Santana (Araujão).

Jamais, nas regiões extremo sul e sul da Bahia, nenhuma liga de futebol e associação teve essa preocupação com os seus profissionais de arbitragem, isso é sinal de competência e agilidade no comando de ambas as entidades.

Desde que assumiu a Associação de Árbitros de Eunápolis, o presidente Nivaldo Alves (Barrão) tem buscado qualificar os seus árbitros filiados em parceria com a liga, uma vez que os clubes e também os próprios torcedores têm cobrado mais qualificação no quadro da arbitragem. “Preocupamo-nos muito, e, por isso, estamos dando grande atenção ao desempenho dos árbitros e assistentes, este ano já começamos diferente, principalmente em relação ao condicionamento físico”, disse Nivaldo Alves.

A realização do teste contou com a participação de 17 profissionais do apito eunapolitano filiados à Federação Baiana de Futebol, Liga de Futebol de Eunápolis e Associação de Árbitros (Asare), o teste foi muito rigoroso, coordenado pelo presidente da Asare, Nivaldo Alves Pereira (Barrão), pelo diretor de arbitragem da liga José Carlos Coutinho e também pelo árbitro Elias Rufino.

Foram realizados dois tipos de testes principais: um de característica mais anaeróbia, composto por 3 sprints de50 metrosem, no máximo, 6,0 segundos, com intervalos de 30 segundos; e outro aeróbio com corridas em intensidade sustentadas (10 repetições) de150 metrosem 30 segundos cada, com intervalo de 45 segundos entre os sprints.

Para José Carlos Coutinho, este teste foi o que os profissionais precisam e todos os participantes estão de parabéns pelo bom desempenho. “Teremos mais avaliações, mas tudo tem que ser planejado como foi esse”, disse o diretor.

Todos os árbitros participantes do teste elogiaram a iniciativa dos coordenadores e disseram estar satisfeito com desempenho dos atletas. Por: Luciano Santos

O teste contou com a participação de 17 profissionais do apito eunapolitano filiados a Federação Baiana de Futebol; dentre os coordenadores estava o árbitro Elias Rufino.
O teste contou com a participação de 17 profissionais do apito eunapolitano filiados a Federação Baiana de Futebol; dentre os coordenadores estava o árbitro Elias Rufino.


20 alunos de Eunápolis, Porto Seguro e Teixeira de Freitas serão mascotes em jogo entre Flamengo e Botafogo

Teixeira de Freitas – O jogo entre Flamengo e Botafogo, a ser realizado no próximo domingo (5/2), às 19h30min, no Engenhão, no Rio de Janeiro, terá a participação de 20 alunos de Eunápolis, Porto Seguro e Teixeira de Freitas, os quais vão atuar como mascotes.

No entanto, os alunos precisam estar matriculados na Escolinha Fla de uma destas três cidades do extremo sul da Bahia: Eunápolis, Porto Seguro e Teixeira de Freitas.

Já foram reservados ônibus com vagas fechadas com alunos e professores dessas unidades, os quais vão receber um treinamento pelo coordenador nacional das Escolinhas Oficiais do Flamengo no Brasil, o professor Antônio Lima, que também é diretor da Associação Brasileira de Treinadores de Futebol (ABTF).

No Rio de Janeiro, os alunos terão uma visita à gávea com almoço e ficarão hospedados na ABANERJ, onde o Bangu se encontra hospedado, e terão um jogo amistoso contra a Escolinha do Flamengo da Barra da Tijuca. Por Márcio Hack

Curiosidades do Futebol

Sport Club Mangueira

Fundação: 29 de julho de 1909. Extinção: 1927. Suas cores eram vermelho e preto. Em 1927 fundiu-se com o flamengo.

Participação no campeonato carioca: 1909 – sexto; 1912 – oitavo; 1913 – oitavo; 1917 – oitavo; 1918 – décimo; 1919 – nono; 1920 – décimo; 1921 – quarto; 1922 – sexto; 1923 – segundo; 1924 – sexto.

No dia 30 de maio de 1909 levou a maior goleada do futebol brasileiro, 24 a0 do Botafogo, mas atuou com dez jogadores: Luiz Guimarães, José Perez, Carlos Mongey, Victor, Jonas Cunha, Justino Fortes, Alberto Rocha, João Pereira, Menezes e Maranhão.

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21