banner
publicidade
publicidade

FAMILIARES SÃO CULPADOS POR 68% DOS NEGATIVADOS AO EMPRESTAR NOME

FAMILIARES SÃO CULPADOS POR 68% DOS NEGATIVADOS AO EMPRESTAR NOME

Dois em cada dez consumidores inadimplentes no Brasil estão nesta situação por emprestar o nome. E em 68,3% dos casos quem pediu o cartão de crédito emprestado, o financiamento de um bem ou aquela folha  de cheque que bateu sem fundo foi alguém da família, de acordo com uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). O problema atinge aproximadamente sete milhões de consumidores.
Considerando os inadimplentes que emprestaram o nome e pagaram ao menos parte da dívida, 56% deles tiveram que fazer algo para conseguir limpar o nome, principalmente economizar e cortar alguns gastos (36%) e usar parte da reserva financeira (11%), sendo que a média da dívida corresponde a R$ 1.215.
E a falta de dinheiro é a principal justificativa de quem pega o empréstimo e não paga em 33% dos casos. Em 19% das situações, a pessoa desapareceu e não teve como ser cobrada. A relação pessoal é outro agravante: em 69% dos casos,  as relações ficam abaladas. Mesmo com os transtornos causados com o empréstimo de nomes para terceiros, 24% dos entrevistados  voltaram a emprestar em outra oportunidade, principalmente para evitar mágoas (11%).
Para o educador financeiro do SPC e do Portal Meu Bolso Feliz é preciso ter cautela na hora de emprestar e lembrar que, como diz o ditado, “dinheiro emprestado é dinheiro dado”. “Busque ajudar de outras formas, mas se decidir mesmo emprestar faça as contas e tenha um plano B para que você possa cobrir sem cair no endividamento”.
No Juizado de Assistência Financeira ao Super Endividado, o problema é recorrente como aponta o coordenador e educador financeiro, Antônio Carvalho. “ Toda família sempre tem alguém que recorre a esses empréstimos. Antes de dizer sim, pondere se isso é realmente para atender uma necessidade emergencial e se a pessoa tem condições de honrar o compromisso”, aconselha Carvalho. (Correio)


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21