banner
publicidade
publicidade

FENAI EMITE NOTA DO CASO DO JORNALISTA EDVALDO ALVES

O Caso

Um dos mais populares radialistas de Teixeira de Freitas e recentemente também habilitado como jornalista, Edvaldo Alves da Costa, diretor-executivo do portal de noticias Liberdade News e apresentador de um programa jornalístico diariamente no horário das 13h às 14h pela Rádio Sucesso FM (104,9), formulou queixa oficial contra um também conhecido advogado criminal da região, Odair Gil Rodrigues, sob alegação que o advogado teria lhe ameaçado de morte. No registro policial nº 8654/2015, o radialista Edvaldo Alves narra que fora ameaçado na porta da 8ª Coordenadoria Regional da Polícia Civil, no bairro Nova Teixeira, no final da tarde de quarta-feira do último dia 7 de outubro, após o advogado ter ido à procura do radialista na sede do Jornal Liberdade News, na Rua da Pituba, bairro Bela Vista. Na gravação feita por terceiros na frente da Delegacia, consta apenas troca agressivas de insultos entre o radialista e o advogado. Diz o advogado, conforme gravação durante a troca de acometimentos: “Você denegriu a minha imagem. Você é muito macho porque está aqui na porta da delegacia. Você não pode expor a minha vida desta maneira. O senhor está denegrindo a minha imagem. Eu vou te dar o seu”. Já o radialista Edvaldo Alves informou que além do registro policial, comunicou o fato aos organismos nacionais que representam os profissionais de imprensa e a OAB – Ordem dos Advogados do Brasil. O fato aconteceu após o Jornal que Edvaldo Alves é diretor ter publicado uma matéria em que à dona de um felino (gato branco) no bairo Kaikan Sul, embora a acusadora não tivesse presenciado, acusou o advogado de ter matado o seu bichano a tiros. O repórter Rafael Vedra que produziu a matéria intitulada “Advogado é acusado de atirar e matar gato em Teixeira”, disse que ligou para o advogado às 15h52min, de terça-feira do último 6 de outubro e ele negou à acusação e sua negativa foi feita na própria matéria, mas às 17 horas o advogado teria ido à procura do dono do Jornal. O advogado Odair Gil Rodrigues informou ao Teixeira News que ficou sabendo da morte do gato da vizinha, ao receber a ligação do repórter em seu escritório. Que naquele dia ele saiu de casa as 07h40 da manhã com sua esposa e sua filha menor, que ele foi para o escritório onde atendeu inúmeros clientes o dia inteiro e fez no final da manhã uma audiência no fórum, já sua esposa seguiu para loja dela e só retornaram para casa a noite. O advogado declarou seu amor pelos animais e ainda informou que esta mesma vizinha que lhe fez a acusação ganhou dele um gato de presente meses atrás. Que havia adotado uma gatinha de rua e depois de crescida deu de presente para esta mesma vizinha que tinha visto o animal e se apaixonado. E ao lhe pedir, ele deu-lhe de presente, considerando que ele e sua esposa ficam o dia inteiro fora de casa e o animalzinho ficava sozinho e então achou por bem entregar a alguém que pudesse dar mais atenção. O advogado Odair Gil disse que ao negar o fato ao repórter por telefone, ele não merecia ter tido a foto do seu rosto e a foto da sua residência expostas no jornal para que o mundo todo lhe visualizasse na rede mundial de computadores e lhe julgasse por um delito que não cometeu e nem esteve presente, sem ao mínimo que houvesse uma formulação inquisitorial oficial na Polícia Judiciária. E ao procurar o dono do Jornal na sua Redação e não encontrado, que foi à Delegacia onde teve a informação que ele estava, mas lá chegando, alega o advogado, que foi ainda mais agravado pelo radialista. Mas alega que quando diz “Eu vou te dar o seu” ele se referiu a uma resposta que dará a ele na justiça ao interpelá-lo judicialmente. Informando que já está providenciando duas representações contra o radialista e o seu Jornal pelas injúrias que sofrera e pelos prejuízos profissionais que vem sofrendo. (Da redação TN).

NOTA DA FENAI
Em nota, a FENAI solicita que as autoridades apurem tais ameaças a fim de que se assegure a plena Liberdade de Imprensa e o amplo acesso dos cidadãos a informações de interesse público. A nota foi protocolada nesta manhã de sexta-feira, 09 de outubro, na sede da 8ª COORPIN, sob a responsabilidade do delegado titular, Kleber Gonçalves e também será entregue na sede da OAB de Teixeira, na próxima quarta-feira, 15 de outubro, quando haverá uma oitiva com o jornalista na sede do órgão.

 

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21