banner
publicidade
publicidade

Fibria e Sesi promovem ação de educação alimentar em Vila do Riacho (Aracruz-ES)

Fibria e Sesi promovem ação de educação alimentar em Vila do Riacho (Aracruz-ES)

Por meio do Projeto Cozinha Brasil, moradores participam de curso sobre culinária saudável e nutrição

 

Um grupo de cerca de 40 moradores de Vila do Riacho, em Aracruz-ES, está participando de um curso com enfoque na educação alimentar, com o objetivo de aprender a comer bem gastando pouco. Trata-se do projeto Cozinha Brasil, desenvolvido pelo Serviço Social da Indústria (Sesi) e que está sendo realizado em Vila do Riacho com o apoio da Fibria.

 

O curso, que começou no sábado (27 de junho) e prossegue pelos dois próximos sábados (4 e 11 de julho), está sendo realizado na Escola Álvaro Souza, conduzido por profissionais do Sesi sob a orientação da nutricionista Angela Maria Covre, instrutora dos cursos do Cozinha Brasil. O projeto promove ações de educação alimentar e nutricional com o objetivo de elevar o nível de saúde e qualidade de vida das pessoas, estimulando a alimentação de alto valor nutricional e de baixo custo.

 

“A expectativa é facilitar o acesso da comunidade a informações que contribuam para melhorar a qualidade de vida e a saúde das famílias”, explicou Licia Lucas Cantarella, consultora de Sustentabilidade da Fibria. A participação da Fibria na ação inclui o fornecimento dos insumos necessários ao desenvolvimento do curso e o apoio logístico, cabendo ao Sesi a responsabilidade pelo material didático, metodologia e instrutores.

 

No último sábado, primeiro dia do curso, os participantes aprenderam a preparar suco de abacaxi com casca e tomate cozido, tabule enriquecido com farelo de soja e calabresa, e bolo de banana-nanica com casca. Ao final do curso eles receberão certificado e um livro de receitas do Programa Cozinha Brasil.

 

As pessoas que estão participando do curso, oferecido gratuitamente, fizeram a inscrição prévia no Centro de Referência e Assistência Social (Cras) de Vila do Riacho. De acordo com a coordenadora do Cras, Creusa Marins da Silva o interesse foi grande, pois o curso atende às necessidades da comunidade.

 

“Recebemos 42 inscrições. Ensinar o reaproveitamento de alimentos é importante, pois soma à mesa dos moradores da região, que em sua maioria são pessoas de baixa renda. Os alimentos rendem mais e acrescentam saúde às famílias”, disse Creusa.

 

A responsável pela manipulação de alimentos na Escola Álvaro Souza, onde o curso foi ministrado, Lucilene dos Reis Felipe, aprovou a iniciativa e destaca que, com o reaproveitamento a alimentação das crianças será aprimorada na instituição. “Vamos proporcionar ainda mais nutrientes à comida dos alunos, sem desperdício”, ressaltou. A cozinheira também pretende aplicar o aprendizado em casa, na alimentação da família.

Sobre a Fibria – Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria possui capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, com fábricas situadas em Três Lagoas (MS), Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Eunápolis (BA), esta última onde mantém a Veracel em joint venture com a Stora Enso. Em sociedade com a Cenibra, opera o único porto brasileiro especializado em embarque de celulose, Portocel (Aracruz, ES). Com uma operação integralmente baseada em plantios florestais renováveis, a Fibria trabalha com uma base florestal própria de 970 mil hectares em áreas localizadas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Bahia, dos quais 343 mil são destinados à conservação ambiental. A Fibria mantém cerca de 18.900 trabalhadores, entre empregados diretos e indiretos, e está presente em 254 municípios de sete Estados brasileiros.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21