banner
publicidade
publicidade

Fibria fortalece cultivo de mandioca entre produtores do sul da Bahia

Fibria fortalece cultivo de mandioca

entre produtores do sul da Bahia

A empresa viabilizou a participação de um grupo de produtores no XV Congresso Brasileiro de Mandioca, realizado em Salvador

 

O cultivo de mandioca e a produção de farinha estão fortemente presentes na vida de pequenos produtores rurais do sul da Bahia. Dentro da sua estratégia de fortalecer a agricultura familiar nas regiões onde atua, por meio do Programa de Desenvolvimento Rural Territorial (PDRT), a Fibria vem desenvolvendo ações no sentido de fortalecer a cadeia de produção da mandioca.

 

Em uma dessas ações, a empresa viabilizou a participação de um grupo de pequenos produtores no XV Congresso Brasileiro de Mandioca, realizado de 21 a 25 de outubro, em Salvador (BA). “Inovação e sustentabilidade: da raiz ao amido” foi o tema do evento, organizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

 

“A ideia é que, partindo da matéria-prima (a raiz) até um dos principais produtos da cadeira da mandioca (o amido), busque-se a sustentabilidade como estratégia de competitividade”, observou Narcisio Loss, consultor de sustentabilidade da Fibria. Narcisio acompanhou o grupo durante o evento, ao qual a Fibria levou 11 pessoas, incluindo representantes de sete associações de produtores, consultores, engenheiros e técnicos da empresa.

 

Ele explicou que a Fibria participa das reuniões da Câmara Setorial do Projeto Reniva (Revitalização da Maniva da Mandioca), em que a Embrapa é o ator principal, atuando na transferência de tecnologias para novas cultivares de alta produtividade, resistentes a pragas e a doenças.

 

Nos dias 11 e 12 de dezembro, equipes da Fibria envolvidas com o PDRT irão participar de uma oficina de capacitação sobre multiplicação rápida de mandioca, que vai acontecer em Cruz das Almas (BA). O evento é voltado ao público interno da Embrapa e empresas parceiras envolvidas no projeto de biofortificação, e deve oferecer aos participantes da Fibria informações importantes a serem compartilhadas com os agricultores do PDRT.

 

Sobre o PDRT – A estratégia do PDRT é fortalecer as cadeias produtivas locais, principalmente a agricultura familiar e a criação de pequenos animais. Na Bahia, o programa abrange 21 associações de produtores, beneficiando mais de 800 famílias de pequenos agricultores. Trata-se de uma iniciativa que faz parte do Rede Responsável, programa que fomenta o apoio de empresas parceiras a investimentos em ações socioambientais focadas no desenvolvimento local.

 

Sobre a Fibria – Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria possui capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, com fábricas localizadas em Três Lagoas (MS), Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Eunápolis (BA), esta última onde mantém a Veracel em joint venture com a Stora Enso. Em sociedade com a Cenibra, opera o único porto brasileiro especializado em embarque de celulose, Portocel (Aracruz, ES). Com uma operação integralmente baseada em plantios florestais renováveis, a Fibria trabalha com uma base florestal de 970 mil hectares em áreas localizadas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Bahia, dos quais 343 mil são destinados à conservação ambiental. A Fibria mantém 18.900 trabalhadores, entre empregados próprios e terceiros permanentes, incluindo Portocel, e está presente em 254 municípios de sete Estados brasileiros (dados de dez/2012).

 

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21