banner
publicidade
publicidade

Fica PIBID: Os dilemas da educação no Extremo Sul e no Brasil

Teixeira de Freitas: O PIBID (Programa de Iniciação à Docência) é um programa do Governo Federal, executado pela CAPES, que busca inserir o acadêmico dentro do futuro ambiente de trabalho dele, que é a escola. O programa vem sendo realizado na Uneb/Campus X, na cidade de Teixeira de Freitas/BA, há cerca de quatro anos. No município, aproximadamente 250 pessoas, entre acadêmicos e professores da universidade e professores das escolas que recebem o programa, participam do Pibid. O Governo Federal, em mais uma manobra, com o cansado discurso de diminuir despesas, tenta cortar o orçamento do Programa de Iniciação à Docência em todo o país, e se isso realmente se concretizar, os acadêmicos deixarão de atuar na área que mais tarde serão profissionais, e que traz para eles uma riquíssima experiência.

“O Pibid é muito importante na minha formação, foi por meio dele que consegui ligar a teoria da universidade com a prática do dia-a-dia, e assim construir minha visão em torno do ensino, tirando dessa convivência, o modelo de profissional que quero ser”, declarou Maria D’ajuda Rodrigues Santos, acadêmica do curso de História da Uneb/Campus X, que participa do programa há um ano e meio.

Sobre esse obstáculo, Jonathan Molar, coordenador do projeto de história/Pibid Campus X, explica que “com a recessão econômica, e o corte de custos em âmbito federal, alguns programas vem sendo desmontados. Estima-se que a despesa mensal do Pibid é de R$ 50 milhões, isso em todo o Brasil, o que para um orçamento federal é um preço baixo, se comparado aos benefícios que o programa gera aos alunos”. Ele complementa que “o que a gente quer é evitar isso, mostrar a importância do Pibid, e que sejam feitos outros cortes como nos Ministérios ou em outros setores que na nossa visão poderiam evitar que os programas de educação sejam afetados”.

Buscando modificar essa diminuição drástica no Programa, acadêmicos e professores começaram a mobilizar os estudantes e a sociedade. No dia 15 de outubro, deram início as atividades de mobilização, com um Ato Público. “A pensar estratégias de mobilização, o primeiro objetivo é sensibilizar o Governo Federal para que ele não corte recursos desse programa, que talvez seja o mais exitoso programa direcionado para a educação básica no país”, declarou Márcio Soares, coordenador do projeto de história/Pibid Campus X.

O Pibid no Campus X atua em 90% dos cursos ofertados pela instituição, sendo em porcentagem, o Campus da Uneb com o maior número de subprojetos do Pibid por cursos.

Jonathan Molar explica à sociedade e deixa um recado aos governantes sobre a importância de manter esse Programa, “nós consideramos inadmissível que os equívocos da política econômica do Governo Federal, reflitam em cortes na educação. Esperamos que seja repensada essa política e os cortes, pois isso trará grande prejuízo para os bolsistas da Uneb e acadêmicos do país, mas principalmente para as escolas atendidas. Isso geraria um impacto negativo muito grande sobre a cidade”, finalizou.

Uma força tarefa está sendo mobilizada fortemente nas redes sociais (facebook, blogs, twitter) para a campanha #ficapibid e #mobilizapibid, cujo objetivo é dar visibilidade à questão e reunir em torno do Pibid todas as pessoas que simpatizam pela causa.

Entre você também nessa luta, participe e COMPARTILHE: #ficapibid e #mobilizapibid

Por: Pibid História/Uneb Campus X


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21