banner
publicidade
publicidade

Fim de violência depende de vontade política

Vontade política. Essa é a resposta de Hugo Acero, ex-secretário da Segurança Pública de Bogotá (Colômbia), um dos responsáveis pela bem sucedida operação que acabou com a situação caótica de violência e domínio do tráfico de drogas na cidade.

De acordo com Acero, acabar com o tráfico e a violência urbana não se limita a uma policia pacificadora. É preciso ação articulada com todos os setores do Governo para gerar desenvolvimento social.

A questão foi debatida em palestra realizada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP/BA), durante a tarde desta terça-feira (26), no Hotel Pestana (Rio Vermelho).

“Em Bogotá direcionamos amplamente os recursos para isso. E onde se tem esses recursos? Justamente, dos impostos pagos pelos contribuintes”, afirma Acero.

A resposta poderia ser dirigida ao prefeito João Henrique quando apontado pelo Ministério Público por negligenciar a segurança de crianças e adolecentes em situação de risco e violência.

De acordo com o MP/BA, o prefeito tem recorrido a todas decisões judiciais que o obrigam a cumprir a construção de casas de amparo social aos menores ameaçados pela violência em sua comunidade.Governo Pacificador – Planejamento urbano, educação pública, polícia especializada. Esses são algumas das iniciativas implementadas em Bogotá que fizeram ter continuidade os resultados da operação policial na cidade. Como se refere Acero, um “plano integrado de segurança cidadã”.

Questionado sobre o assunto, o secretário da SSP/BA, Maurício Barbosa, reconhece que a Bahia se depara ainda com muitas dificuldades em iniciativas políticas, tais como a situação precária dos presídios e a falta de casas de acolhimento para os menores em situação de violência.

“Estamos começando a caminhada, ainda não definimos as ações sociais após instalação das unidades policiais pacificadoras (UPP). Mas acredito que há sim vontade política para superar os obstáculos”, fala Maurício.
Segundo Acero, a falta de planejamento urbano de Bogotá contribuiu para o domínio do tráfico de drogas na cidade. Esse é apenas um dos pontos em comum com a realidade de Salvador. ” Para acabar com a violência, a cidade precisa estar organizada em todos os sentidos. Fazer uma renovação urbana exige vontade política, esforço em investimento”.

“O crescimento desorganizado da cidade dificulta a entrada dos policiais durante operações nas favelas e morros”, ressalta Antônio Roberto Cesário, subsecretário de Planejamento e Integração Operacional da SSP do Rio de Janeiro, que relatou a experiência das UPPs na capital carioca.

Ambos participarão do lançamento da primeira Base Comunitária de Segurança, que será inaugurada nesta quarta-feira (27), no bairro do Calabar.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21