banner
publicidade
publicidade

Flu vence Zamora por 1 a 0

O Fluminense é o primeiro classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores da América. Na noite de quinta-feira, o Tricolor venceu o Zamora por 1 a 0 na Venezuela, e chegou aos 12 pontos no grupo 4 com 100% de aproveitamento.

Em jogo equilibrado e sem imaginação, brilhou a estrela de Abel Braga, que efetivou Rafael Sóbis no lugar de Wellington Nem. Predestinado, o reserva marcou o solitário gol da vitória da equipe de Álvaro Chaves, em cobrança de falta.

O Flu volta a campo no próximo domingo, pela Taça Rio, contra o Botafogo. No dia 11, receberá o Boca Juniors no Engenhão para buscar a primeira colocação geral da primeira fase da competição sul-americana.

Poucas oportunidades e um pênalti para o Flu ignorado pela arbitragem

Ao contrário do que se poderia imaginar, o Zamora iniciou o jogo com a mesma postura da partida do Engenhão, na última quarta-feira. Bastante fechada, a equipe venezuelana concedia a bola ao Tricolor que apenas tocava sem criar grandes oportunidades

Aos oito minutos, Thiago Neves tentou surpreender, sem sucesso, o goleiro com chute da intermediária. A única finalização dos primeiros dez minutos de jogo.

O Zamora pouco fazia e o Fluminense começava a gostar do jogo. Aos 14 minutos, em boa troca de passes na meia-cancha, Thiago Neves encontrou Wellington Nem entrando livre, em profundidade, por trás da zaga adversária. O atacante chutou com força, rasteiro, para boa defesa de Forero. No rebote Diguinho tentou chegar na frente e foi derrubado pelo goleiro dentro da área. O juiz nada marcou.

No minuto seguinte, nova ofensiva do Flu. Wellington Nem invadiu a área e no momento em que tentava driblar o goleiro, foi derrubado. Pênalti que Carlos Vera não deu.

O Zamora chegou pela primeira vez aos 23, e com perigo. Em cruzamento rasteiro da direita, a zaga do Fluminense cochilou e Zambrano apareceu livre, na frente de Diego Cavalieri, para chutar longe do gol. O Flu respondeu dois minutos depois. Thiago Neves fintou na intermediária e chutou também sem precisão para longe da meta adversária.

Eram decorridos 28 minutos quando a zaga do Flu quase entregou o ouro. Leandro Euzébio saiu errado pelo meio e perdeu para Vargas. O jogador passou para Córdoba que acionou Vargas de volta. O atleta invadiu a área e perdeu para Diego Cavalieri em saída arrojada.

Aos 37, grande oportunidade do Tricolor. Deco descolou belo lançamento para Fred receber livre, dominar no peito de costas para o gol e ao virar, ser abafado pelo goleiro. Faltando dois minutos para o término de etapa inicial, Diguinho encontrou o camisa nove em condição legal. Fred invadiu e acertou a trave, mas o auxiliar anulou a jogada assinalando impedimento.

O primeiro tempo de uma partida em ritmo cadenciado chegou ao fim com dois zeros no placar. Com maior posse de bola, o Tricolor não conseguiu abrir o marcador diante da equipe venezuelana que limitava a se defender e buscar um erro do time de Abel Braga para surpreender.

Rafael Sóbis entra e define para o Tricolor

Assim como a etapa inicial, o segundo tempo iniciou lento, com o Fluminense tocando a bola e o Zamora fechado em seu campo defensivo.  Aos seis minutos, o Tricolor conseguiu criar boa oportunidade. Thiago Neves cobrou escanteio, Fred subiu livre e cabeceou por cima. Três minutos depois, foi a vez do Zamora agredir: Cordoba  avançou e chutou sem perigo para Cavalieri.

A partir dos dez minutos do segundo tempo, o domínio de jogo passou a alternar, mas as chances de gol não ocorriam.

Passado o deserto de oportunidades, o Fluminense teve grande chance aos 23. Em lançamento proveniente da defesa, a zaga venezuelana perdeu o tempo da bola e Thiago Neves cabeceou para Fred livre dar uma cavadinha por cima do goleiro. Todavia, o zagueiro desviou para escanteio quando a bola ia entrando. No escanteio, Anderson tentou fazer de calcanhar e por pouco não encontrou sucesso.

O Fluminense cresceu no jogo e Wellington Nem invadiu a área pela esquerda e bateu rasteiro para dentro. Foreiro conseguiu desviar.

Com 27 minutos, Abel Braga chamou Lanzini para entrar no lugar de Thiago Neves, cansado. No mesmo minuto, Zafra chutou de fora da área para defesa segura de Cavalieri. O Zamora passou a investir nos chutes de fora e aos 29, Gonzalez chutou firme para Diego espalmar.

Rafael Sóbis entrou no lugar de Wellington Nem aos 30 minutos. Três minutos depois a sorte sorriria para o jogador. Em falta na intermediária, Sóbis pegou a bola para bater e contou com o desvio na barreira para tirar o goleiro da jogada. Fluminense 1 a 0 Zamora, aos 33 do período complementar. Pouco depois, Fred cedeu lugar a Rafael Moura.

O Zamora tentou igualar aos 36. Em escanteio, Rodrigues subiu livre e cabeceou para fora.

Com a vantagem no placar, o Fluminense passou a administrar o jogo e com a nítida fragilidade, o Zamora não conseguiu ameaçar. O Tricolor está nas oitavas de final e tem a melhor campanha da competição.

FICHA TÉCNICA

ZAMORA 0 X 1 FLUMINENSE

Local: La Carolina, Barinas (VEN)
Data-Hora: 29/3/2012 – 22h (de Brasília)
Árbitro: Carlos Vera (EQU)
Auxiliares: Luis Alvarado (EQU) e Bryon Romero (EQU)

Cartões amarelos: Vargas (ZAM); Leandro Euzébio (FLU)

Gol: Rafael Sobis

Zamora: Forero, Nelson Semperena, Jaime Bustamante, Galezo e Dollbyz Rodrígues; Zafra, Vargas, Noriega e César Alexánder González; Zambrano (Yanes) e Cordoba (Martínez). Técnico: Oscar Gil

Fluminense: Diego Cavalieri, Bruno, Leandro Euzébio, Anderson e Carlinhos; Valencia, Diguinho, Deco e Thiago Neves (Lanzini); Wellington Nem (Rafael Sobis) e Fred (Rafael Moura).

Técnico: Abel Braga


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21