banner
publicidade
publicidade

Fluminense fatura Taça GB

O Fluminense derrotou o Vasco neste domingo por 3 a 1 e se sagrou o grande campeão, após 19 anos, da Taça Guanabara. O Tricolor das Laranjeiras, com o resultado, assegurou uma vaga na grande final do Campeonato Carioca.

Com direito a um belo gol de Deco, Tricolor abre 2 a 0

O Fluminense começou com tudo a grande decisão do primeiro turno do Campeonato Carioca. Duas chegadas perigosas, todas elas em menos de um minuto de jogo; na mais perigosa, Welinton Nem invadiu a área, mas finalizou mal. O Vasco pouco tocava na redonda nos primeiros cinco minutos. Doze minutos: cobrança de falta de Juninho para o Vasco, que cruzou da esquerda para a cabeçada de Nilton; bola passou raspando a trave. Toma lá dá cá. Tricolor trocou bem passes no meio e Thiago Neves resolveu experimentar um chute forte, obrigando Fernando Prass a fazer uma boa defesa, apesar de esquisita, ponto para escanteio.

Bola confusa sobrou para Welinton Nem na grande área, que rolou para Fred; atacante bateu prensado em cima de Rodolfo e bola foi por cima aos 17 minutos. Aos 22, ótima jogada de William Barbio, que, na hora da conclusão, pegou muito mal.

Com trinta minutos, o Vasco parecia ter equilibrado as ações do jogo, sobretudo após a parada técnica: mantinha mais a posse de bola no campo ofensivo, além de trocar mais passes. Aos trinta e três: erro de Anderson e Diego Souza invadiu a área, ajeitou o corpo e colocou com estilo no ângulo; bola explodiu caprichosamento no ângulo da trave e não entrou. No lance, seguinte, o Flu foi ao ataque: Welinton Nem invadiu a área e foi derrubado por Fágner: pênalti!!! Na cobrança, Fred abriu a contagem no Engenhão para o Tricolor: 1 a 0. Quarenta minutos e o Gigante da Colina queria o empate: Juninho bateu falta perigosa e Diego Souza desviou com perigo. Logo em seguida, gol maravilhoso de Deco. De muito longe luso-brasileiro arriscou e pegou Fernando Prass desprevinido: 2 a 0. O Flu teve a chance de terminar o primeiro tempo com goleada: Thiago Neves foi lançado, sozinho, e, na hora do “vamos ver”, acabou colocando para fora.

Flu faz o terceiro, Vasco melhora, mas já era tarde demais

O Vasco começou o segundo tempo ciente de que teria que jogar melhor que o primeiro se quisesse o empate e a virada. Mantinha maior posse de bola no campo ofensivo e era melhor. Nove minutos: Dedé se arriscou à frente e num cruzamento-chute obrigou Diego Cavalieri a mergulhar e fazer boa defesa. E o artilheiro apareceu aos doze minutos: contra-ataque tricolor, Thiago Neves tocou nas costas de Feltri e Fred aproveitou: 3 a 0.

Dezessete minutos: Deco fez lançamento sensacional para Welinton Nem; atacante enfeitou demais, tentou driblar Fernando Prass, mas acabou desarmado. Um minuto depois, Juninho fez excelente jogada e finalizou no canto; arqueiro tricolor espalmou para o lado.

O Gigante da Colina ia sem muita organização ao ataque, mas permanecia tentando. O Flu por sua vez continuava à base de contra-ataques. Vinte e nove: cruzamento para Dedé, que cabeceou com perigo. No lance subsequente, resposta do Tricolor: Thiago Neves partiu em disparada, mas tocou mal para Fred. A torcida do Vasco começou a ir embora cerca de 15 minutos antes dos 45. Por sua vez, os torcedores rivais entoavam gritos de “olé!”. Eduardo Costa deu um alento, mesmo que mínimo para o Vasco: cruzamento de Fagner para volante, que balançou as redes. Aos 38, Dedé, em mais um jogo aéreo, colocou na trave. O Vasco queria porque queria o empate. Quarenta minutos. Kim bateu cruzado e assustou Cavalieri. Um minuto depois, confusão na área do goleiro do Flu, que salvou sua equipe em duas oportunidades. Três a um: título tricolor justo pela grande atuação na final.


Vasco 1 X 3 Fluminense

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa

Gols: Fred (36′ do primeiro tempo), Deco (41’do primeiro tempo), Fred (11′ do segundo tempo), Eduardo Costa (37’do segundo tempo)

Cartões amarelos: Wellinton Nem (26’do primeiro tempo), Deco (31’do primeiro tempo), Juninho (30’do primeiro tempo), Eduardo Costa (22’do segundo tempo), Dedé (33’do segundo tempo)

Vasco: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Rodolfo, Thiago Feltri (Kim); Nilton, Fellipe Batos (Eduardo Costa), Juninho e Diego Souza; Wiliam Barbio (Felipe) e Alecsandro. Técnico: Cristóvão Borges.

Fluminense: Diego Cavalieri, Bruno, Leandro Euzébio, Anderson e Carlinhos (Carleto); Valência, Diguinho, Deco e Thiago Neves; Wellington Nem (Jean) e Fred. Técnico: Abel Braga.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21