banner
publicidade
publicidade

Fundo de Cultura garante sustentabilidade de instituições culturais

Fundo de Cultura garante sustentabilidade de instituições culturais

Edital do Programa de Ações Continuadas tem inscrições abertas até o dia 19 para a manutenção de atividades em entidades sem fins lucrativos

 

Em quatro anos de atividade, a Tenda do Teatro Popular de Ilhéus recebeu mais de 380 espetáculos, reunindo um público superior a 70 mil pessoas. Da mesma forma, com 126 anos de existência, o Instituto Geográfico e Histórico da Bahia vem realizando uma média de três eventos por mês, além de abrir as portas diariamente, das 13 às 18 horas, para pesquisadores das mais diversas áreas de pensamento. O que une as duas entidades, além da sua ligação direta com a cultura, é o fato de ambas serem conveniadas com o Governo do Estado, através do Edital do Programa de Ações Continuadas de Instituições Culturais, cujas inscrições para o próximo triênio (2017/2020) serão encerradas na próxima sexta-feira (19).

A linha de fomento, com recursos do Fundo de Cultura da Bahia (secretarias de Cultura e da Fazenda), promove o apoio financeiro às atividades desenvolvidas por entidades culturais privadas sem fins lucrativos. Atualmente, 13 instituições estão conveniadas. Esta linha de fomento é pioneira no País e importante para sustentabilidade das entidades culturais. Segundo o superintendente de Promoção Cultural da SecultBA, Alexandre Simões, esta é uma ferramenta imprescindível para difundir memória, história e patrimônio cultural do Estado.

Os proponentes interessados devem ficar atentos ao final do prazo, dia 19. A inscrição é feita somente através do Sistema de Informações e Indicadores em Cultura (Siic), devendo os proponentes estarem inscritos no Cadastro Cultural. Os formulários devem ser preenchidos e devidamente enviados para efetivar a participação.

IGHB

O IGHB é uma das entidades culturais mais dinâmicas do Estado, oferecendo ao público em geral um acervo formado por jornais, livros e outros elementos históricos. Diariamente, recebe a visita de estudantes e pesquisadores e mantém também uma agenda anual de eventos, entre seminários, lançamento de livros, palestras e cursos, a maioria gratuitos. O último desses eventos foi a realização de um Seminário sobre a História da Educação na Bahia. Além disso, oferece cursos mais extensos, como o de História da Bahia, com a professora Antonieta Nunes, com duração de agosto a novembro, com taxas subsidiadas.

De acordo com o coordenador de Cultura, Jaime Nascimento, o convênio realizado através do Edital de Ações Continuadas permitiu a manutenção das atividades da instituição e os cuidados com o acervo histórico. “Recebemos muitos pesquisadores e mantemos a encadernação constante de livros, jornais e outros periódicos que contam a história da Bahia. Nossa instituição é datada do Século XIX e é referência em pesquisa no Estado”.

TPI

Em Ilhéus, no Sul do Estado, o Teatro Popular mantém as atividades em sua Tenda, localizada em área central do município, oferecendo diversas atividades, entre peças teatrais, shows, seminários e outros eventos. O diretor artístico, Romualdo Lisboa, diz que a sobrevivência do grupo está ligada ao apoio recebido dessa ferramenta do Fundo de Cultura da Bahia.

“Os recursos do Ações Continuadas permitem que tenhamos uma estrutura básica, dando condições de criar e produzir cultura. Essa manutenção é importante para que possamos manter um volume de atividades a preços populares e ainda garantir 20 lugares em todas as produções disponibilizados para estudantes da rede pública”. Segundo Lisboa, o TPI recebe grupos de outros estados e países, como da Argentina e o apoio multiplica o público. “Nós também captamos recursos em outras instâncias e, do que é arrecadado, investimos 85% em Ilhéus”.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br
18/05/2017

Assessoria de Comunicação – SecultBA

(71) 3103-3442 (71) 3103-3452 (71) 99983-5278
http://plugcultura.wordpress.com

http://www.flickr.com/photos/secultba/

http://twitter.com/SecultBA

http://www.cultura.ba.gov.br

====================================

Secretaria de Cultura do Estado da Bahia

Gabinete do Secretário Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21