banner
publicidade
publicidade

Galo vence nos penaltis

Victor defende pênalti contra Tijuana (MEX). Foto : Reprodução

Os atleticanos que assistiram à partida contra o  Newell’s Old Boys, nesta quarta-feira, e sobreviveram, mostraram ter o coração à prova de fortes emoções. Jogando no Estádio Independência, o Galo começou precisando de dois gols para levar a disputa por uma vaga na final da Libertadores para as penalidades. Bernard, no início do jogo, e Guilherme, aos 50 minutos do segundo tempo, marcaram para o time de Cuca. Nos pênaltis, um 3 a 2 suado em mais um milagre do goleiro Victor, garantiram a classificação inédita para a final da competição.

Nas cobranças de pênalti, Alecsandro e Guilherme converteram. Os adversários empataram, com Scocco e Vergini. Na sequência, para desespero atleticano, Jô bateu para fora. Em seguida, Casco também desperdiçou para o Newell’s. Mas, como pouca emoção é bobagem, Richalyson perdeu mais um pênalti para o Galo. Mas, para alívio dos alvinegros, Cruzado também perdeu a cobrança seguinte.

Já na série alternada, Ronaldinho bateu, marcou e colocou pressão em Maxi Rodriguez, que tinha que não poderia mais perder. Na cobrança, assim como no jogo contra o Tijuana, o goleiro Victor operou mais um milagre e defendeu, garantindo o Galo pela primeira vez na final da competição. A equipe de Cuca enfrentará o Olympia (PAR).


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21