banner
publicidade
publicidade

Gol contra salva o Brasil diante da Bósnia

A Seleção Brasileira venceu a Bósnia por 2 a 1 em seu primeiro jogo no ano, nesta terça-feira, em St. Gallen (Suíça). Os gols foram marcados por Marcelo, Ibisevic e Papac (contra). A equipe comandada por Mano Menezes apresentou limitações no meio-campo e falhas na defesa, diante de um time bósnio apenas esforçado (e violento).

O que é isso, Julio Cesar?!

Os primeiros segundos de bola rolando davam a impressão de que as chances de gol iriam demorar a aparecer, mas não foi o que ocorreu, pois aos três minutos, Daniel Alves conseguiu completar o passe para Marcelo aparecer livre pela esquerda e chutar cruzado, abrindo o placar em St. Gallen. Sentindo a desvantagem no marcador, os bósnios passavam sinais de que iriam apelar para a violência, especialmente em Neymar.

Passavam, porque na primeira oportunidade, a equipe adversária conseguiu o empate em falha surpreendente da defesa brasileira: aos 12, Ibisevic recebeu na entrada da área, David Luiz ficou olhando, o bósnio finalizou e Julio Cesar, irreconhecível, não defendeu um chute defensável. O time de Mano Menezes ficou um pouco aturdido, mas na sequência decidiu correr atrás do prejuízo: aos 19, Leandro Damião finalizou pela esquerda, o goleiro rebateu. Hernanes tentou aproveitar, mas foi neutralizado pelo marcador.

A Seleção Brasileira tocava a bola no meio-de-campo, buscando as melhores oportunidades de avançar. Além disso, procurava dificultar a saída de bola da limitada Bósnia, que até conseguia chegar na área do Brasil, mas esbarrava na falta de categoria das finalizações. Aos 36, a torcida começou a vaiar, incomodada com a pouca objetividade da Seleção na intermediária. Os jogadores entenderam o recado e passaram a correr mais. Os antigos iugoslavos ainda fizeram pressão aos 44, com Pjanic, mas Julio Cesar defendeu a tempo.

Ronaldinho Gaúcho sem luz

As duas equipes voltaram para o segundo tempo sem mudanças. O clima nos primeiros minutos era o mesmo da etapa inicial: o Brasil tocava a bola e a Bósnia insinuava mais nos contra-ataques. Aos 12 minutos ocorreu a primeira alteração: Elias no lugar de Sandro. Na sequência, Ronaldinho Gáucho deixou o campo após uma apagada atuação para dar lugar a Paulo Henrique Ganso.

A Seleção Brasileira tinha mais posse de bola, mas sofria a dificuldade de completar uma jogada por causa da marcação fechada dos bósnios. Nem mesmo as bolas paradas eram aproveitadas: aos 23, Daniel Alves tinha uma boa cobrança de falta nos pés, mas isolou a bola. Cinco minutos depois, finalmente um lance mais vistoso: Neymar recebeu lançamento em velocidade, se livrou da marcação e finalizou com pouca força, para defesa tranquila de Begovic. Os últimos minutos foram marcados por um esforço dramático dos brasileiros para desempatar o jogo (em especial com Lucas, que tinha entrado no lugar de Leandro Damião). E quando tudo parecia se encaminhar para um empate, eis que Hulk fez cruzamento pela esquerda e Papac mandou para o fundo das redes, garantindo uma vitória na abertura da temporada para o time de Mano.



Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21