banner
publicidade
publicidade

Goleiro Bruno e Nem seriam parceiros

Foto: Reprodução de InetrnetUma denúncia investigada pela Polícia Civil aponta para uma ligação entre o traficante Francisco Bonfim Lopes, o Nem, que comandava o tráfico de drogas na Rocinha, e o goleiro Bruno.

Bruno teria pedido a Nem que matasse a juíza do Tribunal do Júri da comarca de Contagem, Marixa Fabiane Rodrigues. A denúncia surgiu quando a Justiça de Contagem (MG) ouviu o presidiário Jaílson Alvez de Oliveira.

De acordo com Jaílson, Bruno estaria mantendo conversas sobre a execução com o ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, por meio de sua noiva.

Quem também estaria na mira de Bruno são o delegado Édson Moreira, chefe do Departamento de Homicídios, o deputado estadual Durval Ângelo (PT) e o advogado José Arteiro Cavalcante, defensor dos interesses da família de Eliza Samudio.

Jaílson também contou que Bola teria participado do assassinato de Eliza e que as mortes aconteceriam por vingança em caso de condenação aplicada contra ele e Bruno.

Além disso, Bola também teria dito a Jaílson que a vítima jamais poderia ser localizada, afinal, “só se os peixes falassem, pois matou-a, queimou-a no pneu, e jogou as cinzas no rio”.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21