banner
publicidade
publicidade

GOVERNO DO ESADO TERÁ R$ 400 MILHÕES EXTRA EM ANO ELEITORAL

O governo do Estado da Bahia poderá vender aos bancos os créditos registrados na contabilidade do setor público e vai arrecadar cerca de R$ 395 milhões a mais num ano eleitoral que promete ser apertado.

Além de um alívio de caixa, os recursos serão uma possibilidade concreta para investimentos no curto prazo. É a chamada securitização das dívidas, um pleito antigo dos governadores e que o governo do Temer concedeu como uma contrapartida ao apoio à reforma da Previdência.

O governo Rui Costa não se comprometeu explicitamente a apoiar a reforma da Previdência, mas vai se beneficiar com a medida que atinge todos os estados e foi  aprovada em dezembro pelo Senado e agora segue para Câmara dos Deputados, sendo prioridade na volta do recesso parlamentar.

O projeto, de autoria do senador José Serra (PSDB-SP), é a aposta dos atuais mandatários estaduais para um significativo reforço de caixa no curto prazo.  O dinheiro poderá ser utilizado pelo governo o Estado até 90 dias antes do fim do mandato, ou seja, até 2 de outubro, às vésperas da votação no primeiro turno, que ocorre dia 7. Os municípios também podem securitizar suas dívidas.

Muitos acreditam, no entanto, que a medida resolve problemas dos atuais governadores, mas jogando para o futuro uma dívida sem cobertura que pode inviabilizar os próximos governos. Com informações do Valor Econômico.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21