banner
publicidade
publicidade

Governo expulsa 550 servidores federais por práticas ilícitas em 2016

Governo expulsa 550 servidores federais por práticas ilícitas em 2016

Governo expulsa 550 servidores federais por práticas ilícitas em 2016

Foto: Reprodução / Planalto

O Governo Federal expulsou 550 servidores públicos por envolvimentos com atividades ilícitas no ano de 2016. Do total, 445 das demissões foram de servidores efetivos; 65 cassações de aposentadorias; e 40 destituições de ocupantes de cargos em comissão. O número de demissões por envolvimento em atividades ilícitas foi o maior desde 2002, de acordo com a Controladoria-Geral da União (CGU).

Ainda segundo o CGU, a principal causa das expulsões, 65,3%,  foi a prática de atos relacionados a corrupção, o que representa 343 do total de demitidos. Em 2015 o percentual foi de  61,4%. Os outros motivos mais comuns para as demissões foram o abandono de cargo, a inassiduidade e a acumulação ilícita de cargos, com um total de 168 casos por essas causas. Foram demitidos ainda funcionários acusados de desleixo e de participação em gerência ou administração de sociedade privada.

Desde 2003 foram 6.209 servidores públicos expulsos pelo Governo Federal. Deste total  a grande maioria foi demitida, totalizando 5.172 dos casos. Os estados que mais tiveram servidores públicos punidos foram Rio de Janeiro (1.096), Distrito Federal (763) e São Paulo (667). A maior parte dos expulsos atuavam no Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (1.558), Ministério da Educação (1.031) e Ministério da Justiça e Cidadania (981).


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21