banner
publicidade
publicidade

homem é preso acusado de abusar da filha de 2 anos

 Maceió: Com o acusado foi encontrado um filme pornográfico

Um homem foi preso em flagrante, na manhã desta quarta-feira (29), acusado de abusar sexualmente da sua filha de apenas 2 anos. Genivaldo Barbosa da Silva foi surpreendido com a menina por um guarda municipal e um motorista de ônibus, em um matagal no bairro Bebedouro, em Maceió, onde estava com a bermuda aberta e aparentando estar excitado, segundo as testemunhas. Com ele, foi encontrado um filme de conteúdo pornográfico.

Como o laudo do exame de conjunção carnal realizado na criança pelo Instituto Médico Legal (IML) não apontou sinais de agressão ou abuso, o delegado Vinícius Martins Ferrari não sabia se autuava o acusado, e por qual motivo, para que ele fosse mantido preso.

Segundo as testemunhas, no momento em que foi encontrado, Genivaldo tentou fugir, mas foi contido e levado à sede do Conselho Tutelar do bairro. Policiais do 4º Batalhão de Polícia Militar foram acionados e encaminharam o acusado para a Central de Polícia, onde Genivaldo foi interrogado pelo delegado Vinícius Ferrari. Ele alega que estava apenas defecando no local. O acusado resistiu à prisão e chegou a danificar a viatura policial, segundo informações de agentes da Central de Polícia.

Na Central de Polícia, a menina fez sinais para uma agente policial indicando que o pai a tocou intimamente. “Uma agente perguntou à criança: ‘O que foi que ele fez com você?’. A menina começou a tocar no próprio corpo e chegou a tocar na vagina”, disse o delegado.

Acompanhada da mãe, a garota foi levada ao Instituto Médico Legal (IML) para passar por exames de conjunção carnal, a fim de comprovar se realmente sofreu abuso. Por horas, a criança não deixou que tirassem sua roupa e chorou muito, impedindo a realização dos exames. A polícia recebeu os resultados e, segundo o delegado, as análises apontam que a garota não foi estuprada. Nenhuma vermelhidão ou sinal de agressão foi constatado pelo IML, de acordo com Ferrari.

O acusado foi levado, por volta das 16h, ao IML, onde também passaria por exames. A mãe da menina foi ouvida pelo delegado Vinícius Ferrari, assim como as duas testemunhas. A mãe afirma que o terreno é um atalho para o acesso à residência da família.

O flagrante das testemunhas

O flagrante foi feito pelo guarda municipal Givaldo Silva e por um motorista de ônibus. Segundo o guarda, uma senhora o abordou por volta das 10h, desesperada, para avisar que viu uma criança ser agredida e forçada a entrar com um homem, de bicicleta, em um terreno tomado por mato. O terreno pertence a um sítio localizado na Rua Marquês de Abrantes, em Bebedouro.

Acompanhado do motorista, o guarda chegou a adentrar 300 metros no terreno até encontrar o acusado com a menina. Segundo o guarda, havia um plástico estendido no chão no local onde o homem estava com sua filha. “A criança estava com a roupa mal colocada, como se tivesse sido vestida às pressas”, afirmou Givaldo.

Perguntado sobre o que estava fazendo no local, Genivaldo disse que tinha ido defecar no terreno. “Quando falamos que ele ia ter que se explicar à polícia, ele tentou fugir”. As testemunhas conseguiram detê-lo e o levaram para uma sala do Conselho Tutelar do bairro, onde aguardaram a chegada da polícia.

De acordo com o guarda, o acusado frequenta bastante o terreno do sítio com a criança, o que já havia despertado suspeita.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21