banner
publicidade
publicidade

Identificadas as vitimas da chacina em Prado

A cidade do Prado viveu momentos de terror na noite desta quarta-feira (11), quando circulou a notícia de uma chacina, num cenário com quatro pessoas mortas e outros três feridos.

mortos barCenário da tragédia

Eram por volta das 18h30min, quando o homicida disparou diversas vezes contra as vitimas, que estavam no Bar Razão de Viver, instalado às margens da Rodovia BA-489, imediações do KM02, no perímetro urbano da cidade do Prado.

VALDINEI DE JESUS MOREIRA (33) e LUZINALDO SILVA (38), ambos com residência em São José, distrito do município de Alcobaça, foram os primeiros à ser alvejados por disparos de uma pistola 9 milímetros, conforme afirmou o perito criminal, BRUNO MELO, da Polícia Técnica de Teixeira de Freitas. Com disparos contra a cabeça, os dois morreram ali mesmo.

vitimas fatais alcobacaDois homens, de Alcobaça, podem ter sido alvo da chacina

ELIAS SAÚDE DE ASSIS, o ‘Dazinho’ (43), teria sido o terceiro a ficar na mira do criminoso e acabar morto. Segundo amigos, ele estava no lugar errado, na hora errada. “Para não ser uma testemunha, acabou ficando no caminho dos criminosos“, declarou um amigo.

A quarta vítima a morrer na chacina foi encontrada dentro da residência, ao lado do bar. REGINALDO DOS SANTOS RICARDO (35), que trabalhava na empresa de limpeza pública do Prado, foi perseguido e morto num dos quartos da casa. Familiares apontam que a morte do gari teria ocorrido enquanto o criminoso fugia, tentando chegar ao Rio Jucuruçu, que fica nos fundos da residência.

vitimas fatais pradoVítimas do Prado era muito conhecidos na cidade

ELIANA RIBEIRO SANTANA conseguiu sobreviver depois de se refugiar dentro do banheiro do bar, onde ocorreu a tragédia. A vítima, ainda assim foi atingida, tanto no abdômen – que ficou perfurado -, quanto na perna – que apresentou fraturas.

BENEDITO JORGE DOS SANTOS também foi alvejado. Assim como a mulher, foi socorrido por uma unidade do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) até o Hospital Jonival Lucas, mas seu quadro clínico foi considerado grave. Ele apresentou traumatismo no tórax e ferimento na clavícula.

Uma terceira vítima, identificada como JARBAS MIRANDA DA SILVA teve a perna esquerda fraturada por um disparo. Todos foram transferidos para o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, onde devem passar por procedimentos cirúrgicos, para a retirada de projéteis que ficaram alojados no corpo.

perito bruno meloBruno Melo, perito criminal que coordenou os trabalhos da polícia técnica

A Central de Operações do 4º Pelotão da Polícia Militar do Prado informou, por volta das 22 horas, que um suspeito foi morto, depois de tentar fugir do cerco policial, montado no trevo da cidade de Alcobaça. A informação é que ele e outro comparsa seguiam à bordo de uma motocicleta, com as características, daquela utilizada no crime. Segundo o Tenente Samuel Santa Bárbara, comandante do 4º Pelotão do Prado, uma arma foi encontrada com o acusado. O segundo suspeito teria conseguido se embrenhar no mato e fugir da perseguição policial.

O local onde o crime foi praticado ficou muito conhecido como ‘Cavaco’, apesar de fazer parte do bairro São Sebastião. Em passado não muito distante, diversas mortes ocorreram nas proximidades, contudo, nos últimos anos, as pessoas viveram ‘tempos de calmaria’, naquela localidade, até esta noite que será difícil do povo pradense esquecer.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21