banner
publicidade
publicidade

Indústrias de confecções de Itamaraju serão beneficiadas por novo conjunto de ações do Sebrae

Indústrias de confecções de Itamaraju serão beneficiadas por novo conjunto de ações do Sebrae

 As ações fazem parte de um projeto do Sebrae específico para a cidade e vai amparar as empresas no quesitosgestão, inovação, tecnologia, acesso a mercados e cooperação

 Cerca de quinze indústrias de confecções de Itamaraju, no extremo sul baiano, serão beneficiadas por um novo conjunto de ações da Regional do Sebrae de Teixeira de Freitas voltado especificamente para esse público. As ações – que fazem parte de um projeto global para a região – foram apresentadas para parceiros do Sebrae na manhã do último dia 15 de março. Além dos colaboradores do Sebrae, Enivaldo Piloto e Alex Brito, estiveram presentes ao encontro representantes do Banco do Nordeste, Superintência de Desenvolvimento Comercial e Industrial (Sudic) e Prefeitura de Itamaraju.

As ações incluem visita técnica a um polo de confecções, consultoria para análise de mercados e diversos cursos e consultorias, como o de Controles Financeiros (estoque, custos, fluxo de caixa), Planejamento Estratégico, Plano de Ação e Desenvolvimento Gerencial. O conjunto de ações é uma demanda dos próprios empresários locais, que discutiram a necessidade de se implantar na região um projeto específico para as confecções durante uma reunião com o diretor do Sebrae Lauro Ramos e com o titular da Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Mineração (SICM), Advan Furtado.

“Trata-se de um segmento de extrema importância para a cidade, com geração de 500 empregos de forma direta e capacidade de crescimento, gerando desenvolvimento e riquezas para a economia local”, comentou Alex Brito, coordenador interino da Regional Teixeira de Freitas. Segundo ele, o projeto vai amparar as questões de gestão, inovação, tecnologia, acesso a mercado e cooperação. “Pelas visitas prévias realizadas pelo Sebrae  e pela Sudic, percebemos que temos um tecido empresarial ávido por conhecimento e uma grande necessidade de se associar, embora ainda não tenha uma entidade do setor, o que sem sombra de dúvida será fruto de trabalho e apoio desse projeto”, resumiu.

Para Brito, o encontro foi um momento excelente de troca de experiências e de informações. “Foi uma reunião extremamente proveitosa e avaliada como positiva pelos parceiros, que estão engajados e motivados para apoiar as ações de forma a gerar resultados conjuntos”, declarou.

Projeto global vai atender 400 empresários de vários segmentos

 Além das indústrias de confecções, o projeto do Sebrae para a cidade de Itamaraju vai atender também outros segmentos importantes, como bovinocultura, apicultura, turismo, comércio e atendimento empresarial. Em média, serão beneficiados cerca de 400 empresários em todas as ações – de candidatos a empresários e Empreendedores Individuais a donos de micro e pequenos negócio e produtores rurais.

O objetivo principal do projeto é ampliar a participação das micro e pequenas empresas atendidas no mercado local, fomentado pela cultura da cooperação, e proporcionar o aumento do faturamento e o número de empregos gerados nas empresas beneficiadas.

O projeto de apicultura prevê, por exemplo, ações como estruturação, organização e integração da Associação dos Apicultores de Itamaraju (Acampi), integração aos Sete Polos de Apicultura Regional (Mucuri, Teixeira de Freitas, Itanhém, Guaratinga, Itabela e Eunápolis), ações de mercado, oficinas de crédito e outras. No projeto de bovinocultura haverá incremento do projeto Geraleite e ações de manejo (alimentação, pastagem e reprodução).

Quanto às ações ligadas ao turismo, o projeto pretende fomentar a participação local no V Encontro de artesão da Bahia (21/03), no Programa Top 100 de Artesanato (abril) e no Salão Baiano de Turismo (17 a 19/05), além da consultoria Gestão Financeira (03/07 a 26/10), qualificação para certificação do Programa de Artesanato (maio), oficina com diagnóstico para conhecer as ações do território – Qualicultura (abril), Programa Alimentos Seguros – PAS Flex (08 a 11/05), Oficina de Crédito (21/09) e qualificação dos pequenos meios de hospedagem (outubro).

Também serão levadas à cidade ações globais do Sebrae, como o Fórum de Desenvolvimento (novembro), Desafio Sebrae (15 de abril), palestra Sebrae Mais (abril), Prêmio Mulher de Negócio (março a maio), Prêmio MPE Brasil (março a junho) e implementação de fato da Lei Geral.

O gerente regional da Sudic, Elias Amorim, destacou a maturidade do projeto. “Esse encontro deixou transparecer a maturidade do projeto e o interesse da comunidade de levar adiante esse plano, que tem uma profundidade bem abrangente. Aliás, a ideia inicial era que deveríamos abranger mesmo toda a sociedade para poder fazer com que o desenvolvimento chegasse efetivamente”, avaliou.

“Essa reunião foi restrita e trouxe pessoas bem representativas da sociedade, e essas pessoas se posicionaram de uma forma que me deixou impressionado. Esse projeto vai tomar uma dimensão fantástica, dada a coesão que a sociedade está tendo. Estou acompanhado desde o inicio e percebo que vai dar certo. Essa interação entre o Sebrae, a Sudic e as entidades da cidade está sendo o ponto forte do plano”, ressaltou ainda.

Para a agente de desenvolvimento do Banco do Nordeste Araildes Martins, as propostas são inovadoras. “Há muito o município precisava dessas ações, tanto na área urbana quanto na área rural. Além do projeto muito bem elaborado, dá pra perceber a responsabilidade e compromisso dos grestores. Vai ser muito trabalhoso, mas tenho certeza que no final esse projeto vai fazer a diferença em Itamaraju”, destacou.
 *ASCOM/Débora Vicentini
Agência de Notícias Sebrae Bahia

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21