banner
publicidade
publicidade

Jadson Ruas, ex prefeito de Caravelas é mais uma vez considerado inelegível pela justiça


Em sentença proferida no dia 25 de maio, pelo juiz da 112º Justiça Eleitoral do Prado, o ex prefeito de Caravelas, Jadson da Silva Ruas, é mais uma vez considerado inelegível, por abuso de político e econômico, no processo de Nº Processo n.º188-05.2012.6.05.0112.

Segundo a justiça, em 2012, prevendo a sua candidatura à reeleição e com o objetivo de conquistar votos, o então prefeito Jadson Ruas, realizou mais de duzentas contratações sem a realização de concurso público, com o único objetivo de angariar votos para sua reeleição, o que configura abuso de poder político e econômico, retirando a lisura e igualdade do pleito.

O juiz entendeu que Jadson Ruas, praticou atos que configuram abuso de poder político e econômico ao contratar temporariamente grande número de candidatos aprovados no concurso público com a promessa de que, se fosse eleito, nomearia os contratados para os cargos, comprometendo a lisura e igualdade do pleito em favor próprio.

Segundo o processo, Jadson, contratou, entre os meses de março e junho de 2012, mais de duzentas pessoas através de contratos temporários, o que equivale a mais de 30% do número total de servidores do município, sem cumprimento dos requisitos legais, em troca de votos. Diz que, passado o período eleitoral, o então prefeito rescindiu a maioria dos contratos de trabalho irregulares.

Jadson promoveu diversas rescisões contratuais entre os meses de outubro e dezembro de 2012, período vedado pelo inciso V do art. 73 da Lei nº 9.504/1997, em razão de perseguição política, a exemplo das demissões dos contratados Margarida Almeida Caetano, Aline Santos Matos e Samuel Souza Borges.

A justiça constatou um número abusivo de contratos temporários, com potencialidade suficiente para desequilibrar as eleições municipais de 2012 do Município de Caravelas/BA, o qual possui 13.940 (treze mil, novecentos e quarenta) eleitores, sobretudo diante do efeito multiplicador do voto familiar.

Com base nas informações e provas apresentadas no processo, o Juiz Dr. Leonardo Coelho, titular da 112ª Zona eleitoral do Prado, decidiu por manter Jadson Ruas inelegível por 08 anos.

cabe recursos.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21