banner
publicidade
publicidade

Júri popular do ex-goleiro Bruno é marcado

Bruno está preso em Minas Gerais

O julgamento do ex-goleiro Bruno Fernandes, preso em 2010 sob a acusação de matar a ex-amante Eliza Samúdio, foi marcado para o dia 19 de novembro, no Fórum de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O atleta e mais quatro acusados de envolvimento no desaparecimento de Eliza irão à júri popular nesta data, às 9h, segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG). Além de Bruno, serão julgados, no mês que vem, Luiz Henrique Romão, o Macarrão (amigo e secretário de Bruno); Marcos Aparecido dos Santos, o Bola (ex-PM); Dayanne Souza (ex-mulher do goleiro) e Fernanda Castro (ex-namorada do goleiro).

Bruno e Macarrão são acusados de homicídio triplamente qualificado, sequestro, cárcere privado e ocultação de cadáver; Bola, de homicídio e ocultação de cadáver; Dayanne e Fernanda, de sequestro e cárcere privado. Outros dois réus, Elenilson Vitor da Silva e Wemerson Marques de Souza, desmembrados do processo principal, irão a júri em outra data, ainda não marcada, de acordo com o TJ-MG.

A Justiça inocentou Flávio Caetano de Araújo, motorista de Bruno na época do crime. Bruno está preso na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, Minas Gerais.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21